Publicado em 9/04/2009 as 12:00am

Obama coloca Imigração como prioridade número 1

Assistente do vice-presidente Joe Biden, Cecília Muñoz, afirma que Obama discutirá reforma imigratória ainda esse ano. Segundo ela, Obama vê o tema como prioridade máxima

O Presidente Obama planeja iniciar a discussão da reforma imigratória ainda esse ano, no qual criará pacotes e medidas legislativas que regularizem os imigrantes ilegais que atualmente residem irregularmente no país, disse uma oficial do governo na quarta- feira.

 

Segundo o anúncio, Obama vai realizá-la com o intuito de ‘ aumentar o controle sobre a imigração, criando um sistema ordenado e organizado’ , disse  Cecília Muñoz, assistente do vice-presidente, Joe Biden,  e diretora de assuntos intergovernamentais da Casa Branca. Obama pretende falar publicamente sobre o assunto em Maio e durante o verão,  conferências serão organizadas, com a presença de deputados com ambas linhas de política ( pró-imigrante e anti-imigrante) , além de ativistas em favor da causa imigratória. O governo pretende discutir as leis que serão aplicadas antes do próximo outono. “ Ele definitivamente pretende começar o debate ainda esse ano” concluiu Cecília. 

Alguns oficiais da Casa Branca disseram que a imigração não poderia preceder temas que eram considerados prioritários como o Health Care e a Energy Proposal, mas os novos anúncios reafirmam o calendário de políticas prometido pelo presidente às comunidades imigrantes do país. À época da eleição, Obama disse que o tema da imigração seria uma grande prioridade, incluindo o plano de legalizar os 12 milhões de imigrantes ilegais que residem nos EUA. Tal promessa foi decisiva para conseguir o apoio em massa da comunidade imigrante.

Oponentes à reforma, principalmente republicanos, dizem que vão tentar mobilizar os grupos populares contra qualquer esforço para legalizar os trabalhadores imigrantes indocumentados, afirmando que a medida não se justifica em meio a tantos americanos desempregados.

No último mês, Obama reconheceu abertamente que a imigração é um tema extremamente importante. “ Eu sei que isso é um tema controverso, porém importante o bastante para ser discutido e solucionado”  em discurso realizado na Califórnia em 18 de Março.

Fonte: (New York Times)