Publicado em 31/07/2009 as 12:00am

Arizona aponta diminuição na imigração ilegal em meio à controvérsias

Os imigrantes ilegais estão deixando o Arizona e voltando para seus países, desde que o mercado de trabalho diminuiu, além das restrições nas leis de imigração terem se tornado mais restritas

 

Os imigrantes ilegais estão deixando o Arizona e voltando para seus países, desde que o mercado de trabalho diminuiu, além das restrições nas leis de imigração terem se tornado mais restritas.  

Um novo relatório divulgado pelo Centro de Estudos Imigratórios (Center for Immigration Studies) mostra que a imigração ilegal no estado deu uma queda de um terço nos dois últimos anos.

O pesquisador Steven Camarota (do CIS) afirmou que em 2007 o Arizona tinha 530 mil imigrantes indocumentados, mas agora baixou para 350 mil, uma queda de 180 mil trabalhadores.

 

Controvérsias

Porém, um relatório distribuido na semana passada pela Pew Hispanic Center, utilizando análises realizadas pelos governos americano e mexicano, como também das prisões realizadas nas fronteiras, afirma que os imigrantes, tanto legais quando ilegais, não estão indo embora.

Com base na Filadélfia, o Pew Hispanic Center, fundado em 2001, é uma organização antipartidária de pesquisa que procura melhorar o entrosamento entre a população hispânica e americana e relata o impacto existente com a quantidade de latinos

nos EUA.

            As controvérsias continuam a afetar as relações de trabalhadores ilegais com grande parte da população, que acha excelente que a imigração tenha diminuido, dando força para as atitudes do sheriff Joe Arpaio, do condado de Maricopa, “o sheriff mais durão da América”, que é totalmente contra a anistia e 100% a favor da deportação.

            Pais têm retirado seus filhos das escolas, famílias inteiras deixam para trás os seus apartamentos e trabalhadores têm abandonado seus empregos, principalmente depois que entrou em vigor a lei contra empregadores que dão serviço a ilegais.

Fonte: (Da redação)