Publicado em 16/09/2009 as 12:00am

Legalização dos imigrantes traria benefícios ao país

Segundo organizações menos afoitas e mais concretas em relação a quantidade de imigrantes ilegais que vivem nos EUA, a legalização de aproximadamente 8 milhões e meio de trabalhadores estrangeiros

 

Segundo organizações menos afoitas e mais concretas em relação a quantidade de imigrantes ilegais que vivem nos EUA, a legalização de aproximadamente 8 milhões e meio de trabalhadores estrangeiros provocaria um aumento na produtividade e, conseqüentemente, do PIB americano na ordem de 1.4 por cento. Essa informação foi liberada esta semana pelo instituto Cato.

O impacto financeiro positivo da legalização, acompanhado de um visto consistente, seria da ordem de 180 milhões de dólares mensais, segundo o texto da Cato, que apresenta 6 cenários diferentes: O primeiro, de endurecimento no controle das fronteiras, que provocaria uma diminuição de ilegais no mercado de trabalho da ordem de 28.6 por cento no ano de 2019. No segundo, a perseguição de indocumentados, o impacto seria de 0.45 por cento do PIB.

Um amplo programa de permissão de trabalho temporário (cenário 3) aumentaria o PIB em 0,57 por cento. No cenário número 5, os ilegais passam gradualmente a se integrar a um programa de trabalhadores estrangeiros temporários e a produtividade aumentaria em 14.3 por cento. Se o governo decidisse aplicar um imposto ao programa de trabalhadores temporários na ordem de 31 por cento (caso número 6), o impacto reduziria para 1.15 por cento do PIB.

Mas, se o imposto fosse de somente 14 por cento, mantendo-se o restante das vantagens para empregados e trabalhadores, os ganhos do país aumentariam por volta dos 180 milhões de dólares mensais.

Fonte: (El Nuevo Herald - Tradução - Phydias Barbosa)