Publicado em 2/10/2009 as 12:00am

Policiais de Framingham / MA não atuarão mais como ICE

Duas agências de segurança de Massachusetts, a Polícia de Framingham e a Barnstable County Sheriff's Departament estão desvinculadas de um controverso programa que autoriza policiais comuns de atuar como oficiais de imigração.

 

Duas agências de segurança de Massachusetts, a Polícia de Framingham e a Barnstable County Sheriff’s Departament estão desvinculadas de um controverso programa que autoriza policiais comuns de atuar como oficiais de imigração.

O programa trouxe revolta e medo entre os grupos pró- imigrantes que disseram que a medida poderia assustar os imigrantes, que deixariam de denunciar crimes, dificultando a atuação da polícia. 

O chefe da polícia de Framingham – MA, Steven Carl,  disse ao jornal Boston Globe, que o seu departamento se retirou do programa porque não queria que sua polícia usasse das informações para denunciar imigrantes. Durante dois anos, as informações privilegiadas eram utilizadas para casos de crimes ou outra infração grave, evitando que a polícia atuasse de forma a fiscalizar o status migratório de imigrantes comuns, sendo contra a politica de prendê-los e levá-los a côrte de imigração.

O chefe Carl ainda disse que isso poderia ferir o relacionamento entre a polícia e a comunidade de Framingham – MA, onde 26% da população é imigrante, sendo grande parte brasileiros. “ Deportar os imigrantes indocumentados não beneficia a nossa atuação. Estamos fora dessa medida. Eu disse a eles ( as autoridades federais) para vim pegar nossos computadores”  afirmou ao jornal.

O Sheriff de Barnstable, James Cummings, disse que os oficiais suspenderam a atuação de sua polícia alguns meses atrás, até mesmo antes de sair do papel. “ Eles apenas disseram que era importante ir numa outra direção, por aqui. Talvez possa voltar num futuro próximo, mas não sabemos se voltará mesmo” afirma o sheriff.

O Departamento de Segurança Nacional não esteve disponível para comentar a medida nessa quinta – feira.

Medida foi lançada em julho

Em julho, a administração Obama lançou o programa, dando tais poderes a autoridades locais para combater algumas das prioridades da política de segurança do seu governo – crimes graves, tráfico de drogas e assassinato.

Alguns orgãos do governo criticaram o projeto em janeiro, afirmando que os policiais locais estavam acionando questões imigratórias por crimes menores, como excesso de velocidade. Em Framingham, o chefe Carl disse que a polícia tinha acesso a informações imigratórias para investigar casos de gangs, tráfico e violência doméstica. Foram presos apenas 3 imigrantes, desde que o projeto foi lançado.

Fonte: (Boston Globe)