Publicado em 18/11/2009 as 12:00am

Obama promete anistia para 12 milhões de indocumentados

O governo Obama vai insistir nas medidas necessárias para dar status legal a um número estimado de 12 milhões de imigrantes ilegais

 

O governo Obama vai insistir nas medidas necessárias para dar status legal a um número estimado de 12 milhões de imigrantes ilegais. "O ano de 2010 vai ser chave para a criação de uma nova legislação no sentido de reformar o sistema de imigração", disse a secretária do Homeland Security (Defesa Territorial), Janet Napolitano.

Em um discurso no Center for American Progress (Centro para o Progresso Americano), uma associação de política liberal em Washington, Napolitano tentou limpar qualquer noção de que a administração - com a reforma da saúde, da energia e outras questões importantes preenchendo sua agenda - iria adiar ainda mais a parte mais controversa, a reforma da imigração.

Demonstrando a linha de atuação do governo, ela disse que vai defender um tripé racional, que inclui a adoção de leis mais duras de execução contra os imigrantes ilegais e as pessoas que os contratam, a racionalização do sistema de imigração legal e enfatizou a importância do que chamou de um "caminho justo para o status legal".

Com o desemprego crescendo para mais de 10 por cento, e o Congresso lutando com a reforma da saúde, os ativistas no debate sobre a imigração começaram a duvidar de que o presidente Obama iria manter a sua promessa de assumir a discussão da imigração ilegal nos primeiros meses de 2010.

 

 

 

O Congresso deve estar pronto para avançar na matéria de imigração, disse Janet Napolitano, porque o governo fez  uma "mudança fundamental" na segurança da fronteira e tem reprimido os empregadores que contratam imigrantes ilegais. Ela disse que a Patrulha da Fronteira aumentou as suas forças para mais de 20.000 funcionários, e que mais de 600 quilômetros de cerca na fronteira foram concluídos, metas fixadas pelo Congresso.

"Deixe-me enfatizar uma coisa", disse Ms. Napolitano. "Nós nunca teremos condições de aplicar a lei de segurança nacional plenamente, enquanto milhões de indocumentados permanecerem nas sombras."

Janet Napolitano tem liderado os esforços do governo para conseguir apoio para a reforma da imigração. Ela reuniu-se nas últimas semanas com líderes empresariais, grupos religiosos, oficiais da polícia e outros grupos para avaliar o seu apoio ao projeto da reforma.

Fonte: (tradução: Phydias Barbosa)