Publicado em 4/12/2009 as 12:00am

GPS é criado para ajudar imigrantes na travessia da fronteira

O Transborder Immigrant Tool foi criado por um grupo de pesquisadores da Califórnia com a intenção de diminuir o número de mortes entre imigrantes na travessia da fronteira EUA e México

 

Em uma combinação de ativismo e tecnologia, o pesquisador da Califórnia, Ricardo Dominguez, acaba de lançar um aparelho que promete esquentar os ânimos no debate sobre a Imigração ilegal.  É o Transborder Immigrant Tool, um aparelho que funciona como um GPS, orientando imigrantes durante a travessia da fronteira dos EUA com o México.  O inventor afirma que o aparelho propõe diminuir o número de mortes ao longo da fronteira, ajudando os imigrantes a localizar recursos como água e locais seguros para descansar das horas de percurso.

Se auto-denominando um ‘Artvista’ , metade ativista político e metade artista,  Ricardo afirma que o projeto promete ofuscar as fronteiras entre o estético e o político. “ Nós sempre enxergamos nossa atuação com um viés político mas também envolta de conceitos artísticos e poéticos” afirmou ele ao site mobileactive.org. Ele faz parte de um time de pesquisadores que foram premiados no Transnational Communities Award, em razão do lançamento do aparelho.

O pesquisador, que atua pela Universidade da Califórnia em San Diego, recebeu os prêmios juntamente com os colegas Brett Stalbaum, Micha Cárdenas e Jason Najarro. A idéia do projeto nasceu de um programa chamado Virtual Hiker, criado para simular caminhadas virtuais e que orientam o usuário utilizando certos pontos de referência. O programa direcionou os pesquisadores na maneira como o GPS poderia ajudar os imigrantes a atravessar a fronteira com segurança. “ Perguntamos a nós mesmos qual seriam os espaços de perigo na fronteira e como isso poderia ser conectado como a uma nova ferramenta do GPS, que seria atrelada a um celular” afirmou Ricardo. A resposta para essa pergunta foi o Transborder Immigrant Tool.

A ferramenta foi instalada em um Motorola i455, sem oferecer custos a mais para o programa funcionar. “ O que precisávamos realmente é um aparelho que fosse barato e no qual pudéssemos utilizar o recurso GPS que aceitasse logaritmos em seu sistema, e que não reconhecesse o recurso ‘adicional’” revela o pesquisador.

Para Ricardo, o design foi desenvolvido de maneira pensando em universalizar o contato com os imigrantes, de forma que todos pudessem compreender.Como muitos dos imigrantes não falam necessariamente espanhol, a ferramenta foi desenvolvida com a utilização de toques e vibrações que informam o imigrante da aproximação de estradas e locais que tenham água. As vibrações permitem o usuário a se concentrar sobre o ambiente ao redor,  com a intensidade diminuindo ou aumentando com a aproximação de locais perigosos ou fontes seguras.

O Transborder Immigrant Tool poderá ser vendido  por um preço médio de $50 e ainda não se tem informações quando será comercializado.

Fonte: (Da redação)