Publicado em 8/01/2010 as 12:00am

Estudo afirma que reforma pode 'salvar' economia

O estudo "Raising the Floor for American Workers, The Economic Benefits of Comprehensive Immigration Reform," afirma que a reforma poderia aumentar salários, incentivar o consumo, criar novos empregos e gerar mais arrecadação tributária

A legalização dos mais de 11 milhões de indocumentados que residem nos EUA, poderia aumentar salários, incentivar o consumo, criar novos empregos e gerar mais arrecadação tributária, segundo um relatório das organizações Center for American Progress e American Immigration Council , que foi divulgado esse semana. 

A pesquisa "Raising the Floor for American Workers, The Economic Benefits of Comprehensive Immigration Reform," estima que uma reforma compreensiva no setor de imigração  agora, poderia ajudar a colocar limites no controle da imigração ilegal no pais. Além disso, poderia adicionar pelo menos $1.5 trilhões na receita do país após um período de 10 anos. “Esta é uma razão econômica para afastar o atual ‘ciclo vicioso’, no qual a atual execução de políticas promete apenas perpetuar a imigração indocumentada, sem exercer pressão sobre os salários já baixos.  A reforma nos levaria em direção a um ‘ciclo virtuoso’ de capacitação dos trabalhadores em que o status de trabalho e seus respectivos direitos exerceriam uma pressão ascendente sobre os salários " afirmou o autor do estudo Raul Hinojosa-Ojeda à CNN.

O estudo aponta para 3 cenários : a deportação de trabalhadores indocumentados, programas de trabalho temporário e a legalização da atual população indocumentada do país.  A deportação poderia causar uma perda de $2.6 milhões na receita do governo em 10 anos, e um programa de trabalho poderia render até $792 bilhões. A legalização completa da massa indocumentada do país poderiam acionar para a recuperação completa da economia dos EUA.

Na campanha  presidencial de 2008, Barack Obama disse que uma ampla reforma de imigração seria prioridade da sua campanha. Mas o tema tem sido deixado de lado pela reforma da saúde, pela má situação econômica e pelas guerras do Iraque e do Afeganistão.  Entretanto, há indicações de que a administração Obama vise aumentar os esforços para aprovar uma lei de reforma imigratória ainda esse ano.

A pesquisa para realização do estudo se baseou muito nas conseqüências da reforma  imigratória executada em 1986, na qual 3 milhões de imigrantes foram  legalizados.  " O número de imigrantes indocumentados nos EUA tem crescido dramaticamente desde 1990, e o governo  se esforçou  muito pouco no controle da imigração nesse período” afirmou o autor do estudo.  A pesquisa abordou as consequências e as tendências econômicas do país após 86, comprovando que a anistia pode gerar muitos benefícios.

O relatório pode ser lido na internet, no endereço http://www.americanprogress.org/issues/2010/01/raising_the_floor.html.

Fonte: (Da redação)