Publicado em 8/01/2010 as 12:00am

Prefeito de NY afirma que não apoiar a reforma é cometer suicídio político

O prefeito de New York, Michael Bloomberg, disse que quem não apoiar a reforma estará cometendo suicídio político

 

Aos poucos a reforma nas leis de imigração e uma provável legalização dos milhões de imigrantes que vivem nos Estados Unidos, começa a ganhar forma. Depois de uma recente pesquisa ter mostrado que maioria da população norte-americana é favorável ao projeto e que maior parte dos políticos comungam da mesma idéia, o prefeito de New York, Michael Bloomberg, se manifestou favorável à Reforma.

Em seu terceiro mandado a frente da cidade mais importante do mundo, Michael pediu mudanças nas leis de imigração, durante um discurso onde se mostrou forte aliado dos imigrantes. “Sou a favor deste desta legalização, pois nenhum outro país se beneficiou tanto com a mão-de-obra imigrante quanto os Estados Unidos”, explica.

O discurso foi feito diante de milhares de pessoas e Bloomberg assumiu que irá integrar a aliança de prefeitos norte-americanos em apoio à Reforma Imigratória.  Ele foi mais forte em seu discurso quando disse que “os Estados Unidos cometerão suicídio se não  legalizarem os indocumentados”.

Ainda este mês, segundo assessoria do prefeito, o senador pelo estado de New York, o democrata Charlie Schummer, apresente uma proposta ao Congresso sobre o assunto.

O apoio de público feito por Michael Bloomberg deu uma força maior nas esperanças dos milhões de imigrantes que aguardam a legalização. Isso porque o político possui uma forte influência no cenário norte-americano.

Fonte: (Da redação)