Publicado em 13/01/2010 as 12:00am

Ativistas a favor da reforma promovem manifesto em Boston

Organizada pela Massachusetts Immigrant Refugee Advocacy Coalition (MIRA), a manifestação tem o objetivo de sensibilizar a opinião pública e política do estado acerca da urgência da aprovação da Reforma Imigratória

 
Por Marcelo Zicker



A Massachusetts Immigrant Refugee Advocacy Coalition (MIRA), fará uma manifestação na quinta  -feira (14), na Prefeitura de Boston – MA, que contará com a presença de ativistas, políticos e representantes da causa pró-imigrante cobrando urgência na aprovação do projeto de reforma imigratória apresentado pelo deputado estadual Luís Gutiérrez, no dia 15 de Dezembro do ano passado.

O projeto  “Comprehensive Immigration Reform for America's Security and Prosperity Act of 2009 (CIR ASAP)” oferece, em 700 páginas,  um caminho viável e justo para que milhões de imigrantes indocumentados nos EUA, possam atingir a legalidade.  Acredita-se que o projeto possa ser debatido e votado a partir do próximo mês. “  A proposta apresenta uma justa  e humana solução para o problema do sistema migratório do país, criando um caminho para os 12 milhões de indocumentados se legalizarem. Além disso, ela protege os trabalhadores e racionaliza a imigração futura do país. A manifestação vai reacender o debate e a sensibilização acerca do assunto, e esperamos contar com um grande número de pessoas presentes” afirma o Diretor de Comunicação da MIRA,  Franklin Soultz. “ É parte de um amplo esforço ao longo do pais para encorajar os legisladores a votar pela aprovação da reforma. Em Massachusetts precisamos que 5 deputados de Massachusetts se unam à causa e assinem o seu apoio. Já contamos com 5 assinaturas e queremos mais 5, que vão ser de suma importância para agilizar todo o processo” completa Franklin.

A manifestação de quinta – feira também congratulará os deputados Michael Capuano, Barney Frank,  Jim McGovern, John Olver e Richard Neal por terem assinado o apoio. Já os deputados William Delahunt, Stephen Lynch, Edward Markey, John Tierney e Niki Tsongas serão convidados a assinar e a se juntar à causa.

Para o Franklin porém , barreiras precisam ser enfrentadas para que o evento tenha o sucesso esperado. “ O maior problema é o mesmo que sempre foi enfrentado. O medo irracional dos opositores, que nunca oferecem uma solução humana e prática para o problema. Esse medo, infelizmente, fica ainda mais forte com a situação incerta da economia e o crescente desemprego. Ironicamente, isso é exatamente o que mais precisamos combater agora : a exploração dos indocumentados pelos empregadores, que ameaçam o pagamento e o emprego de todos os cidadãos e residentes legais. Um recente estudo demonstrou que, em 10 anos, uma reforma imigratória poderia adicionar $1.5 trilhões aos cofres federais, através de uma economia com melhores salários, mais arrecadação tributária e mais vagas de emprego” exemplifica o Diretor de Comunicações da MIRA.

 

 

Sobre as expectativas do ‘efeito’ da manifestação, ele se mantém confiante. “ Estamos esperançosos que o congresso e o governo vão trabalhar com a reforma imigratória nos próximos meses, e talvez a proposta esteja pronta para o presidente Obama assinar até a primavera ou o verão de 2010. Definitivamente esperamos que essa reforma passa pelo congresso ainda esse ano. Apesar disso, a melhor maneira de evitar a postergação da proposta é cobrar e protestar por uma urgência no tratamento do tema. Temos que fazê-los agir por uma aprovação rápida e concreta” conclama Franklin.

 

A manifestação está marcada das 10: 30am às 11 : 30am na Piemonte Room, no quinto andar do Boston City Hall, no 1, City Hall Square – Boston.

 

Os principais pontos do projeto de Reforma Imigratória apresentada por Luis Gutierrez são :

- Um programa de legalização dos indocumentados que se registrem junto ao governo norte-americano sob alguns critérios – o pagamento de uma multa de $500 , proficiência da língua inglesa   e que não possua antecedentes criminais

-  Após a aprovação nos critérios, os imigrantes e suas famílias receberão um visto de seis anos, com permissão de viagem, que possibilita a saída e entrada no país. Os que atuarem com cidadania, pagando seus impostos e sem  problemas com a justiça norte-americana, poderão aplicar para  o Green Card após o período do visto.

-  Ampliação do programa de vistos EB-5, que beneficia beneficia empresários ou investidores estrangeiros que aplicarem pelo menos US$ 1 milhão na economia americana.

Fonte: (ABTN - Agência Brazilian Times de Notícias)