Publicado em 15/01/2010 as 12:00am

Brasileiro emociona em encontro clamando por legalização

A Massachusetts Immigrant Refugee Advocacy Coalition (MIRA), promoveu uma manifestação na manhã dessa quinta -feira (14), na Prefeitura de Boston ? MA, cobrando urgência na aprovação do projeto de reforma imigratória apresentado pelo deputado estadual Lu

Por Marcelo Zicker


A Massachusetts Immigrant Refugee Advocacy Coalition (MIRA), promoveu uma manifestação na manhã dessa quinta  -feira (14), na Prefeitura de Boston – MA, cobrando urgência na aprovação do projeto de reforma imigratória apresentado pelo deputado estadual Luís Gutiérrez, no dia 15 de Dezembro do ano passado.

Contando com a presença de ativistas, políticos e representantes da causa pró-imigrante, a reunião foi o palco para depoimentos e discursos em polvorosos de quem vive ou viveu a situação de estar indocumentado de perto. Foi o caso do brasileiro Raul Ornelas, que há 20 anos reside no país sem documentação. U m empresário de sucesso, que paga seus impostos corretamente e contribui com a economia do país, ele realizou um discurso emocionado,  relatando a conturbada rotina de um imigrante em situação irregular  nos EUA. “Aos 13 anos de idade cheguei aos EUA pelos braços dos meus pais. Cursei a Middle e a High School, mas quando tinha 17 anos, e estava preparado para o College, eu percebi que não tinha condições legais e financeiras de fazer uma faculdade e dar prosseguimento aos meus estudos. Tive então, que seguir pelo caminho comum a muitos imigrantes, trabalhando com construção,  restaurante e deixando de lado o meu sonho de estudar e me tornar um profissional qualificado no país. Na condição de indocumentado, você está segregado, vive num gueto social” testemunha o belo-horizontino Ornelas, que reside em Malden – MA. Ele espera, desde 2001, o resultado da sua aplicação para o Green Card, advinda da lei  245i. “ Toda a minha família já é cidadã e até hoje não tenho resposta com relação ao meu futuro nesse país. Eu fui informado que eles ainda estão trabalhando em processos ainda mais antigos que o meu, o que me deixa ainda mais chateado com essa imensa burocracia, que tem causado muitos problemas a mim, à minha família e aos meus filhos” desabafa ele, que tem o seu próprio negócio, uma empresa de caminhões. Sobre o projeto apresentado pelo deputado Gutierrez, ele se mantém esperançoso, embora mantenha uma posicionamento realista. “ Eu achei o projeto muito interessante, mas ela está muito ‘florida’ para ser verdade. Acredito que ela vai passar por algumas mudanças e adaptações antes de ser colocada em vigor. Mas vamos torcer para que isso aconteça ainda esse ano” opina Raul.

A conferência tinha como objetivo principal clamar pelo apoio de 5 deputados que ainda não teriam oficialmente anunciado o suporte à causa. Os deputados William Delahunt, Stephen Lynch, Edward Markey, John Tierney e Niki Tsongas tiveram seus nomes citados e cobrados para se unirem em prol do projeto de reforma. Michael Capuano, Barney Frank,  Jim McGovern, John Olver e Richard Neal já anunciaram o suporte pela aprovação do projeto e também foram lembrados pelo apoio. “ Eles tem demonstrado uma liderança verdadeira no suporte da CIR ASAP E e merecem nossos agradecimentos e de todos os imigrantes que vivem nesse país” afirmou Eva Millona, Diretora –Executiva da MIRA. Para ela, o tema é de extrema urgência para o país, e os imigrante s não podem mais esperar. “ O projeto apresentado por Gutierrez é eficaz na resolução de um sistema migratório obsoleto e corrompido, como esse em vigência. Os imigrantes se encontram oprimidos e sem uma legislação que cuide de seus direitos e deveres. As nossas crianças vivem em medo por não saber que futuro terão, se poderão um dia ter a oportunidade de estudar legalmente, de um dia fazer parte dessa nação. Temos que tirar os imigrantes ‘debaixo da mesa’ e proporcionar a cidadania para todos eles” completa.  Quem também esteve presente e demonstrou estar à frente da causa foi o vereador por Boston, Felix Arroyo, que também tem origem imigrante hispânica e calcou seu discurso na compreensão das mazelas de ser um indocumentado no país.        “ Estamos todos unidos por um objetivo comum, a aprovação do projeto de reforma imigratória, que precisa ocorrer ainda esse ano. Mas as pessoas tem que se conscientizar que precisamos lutar. É preciso cobrar,  protestar, demonstrar insatisfação com a lentidão com  o que o tema vem sendo tratado. Por isso eventos como esse são necessários” afirma o vereador. Além da ativista Eva , do brasileiro Raul Ornelas e do vereador Arroyo, também discursaram  a também vereadora de Boston, Ayanna Pressley, o diretor executivo da SEIU  Massachusetts State Council, Harris Gruman, o zelador da Northeastern University, Jorge Carillo, e a líder comunitária de South Boston, Sister Gerry Stanton.

Evento foi alvo de protestos anti-imigrantes

Em tentativa de protesto, 2 anti-imigrantes invadiram o local da reunião, realizando comentários contra a reforma imigratória e a presença dos imigrantes no país. Segundo Eva Millona, o debate foi organizado para ser democrático e os manifestantes tiveram o direito de expor suas opiniões. “ Demos a oportunidade a eles de se explicarem e refutamos com nossos argumentos. Não houve alvoroço ou confusão. O evento foi um sucesso, mais de 130 pessoas estiveram presentes, não podemos nos incomodar por esse tipo de discordância” afirmou.

Fonte: (ABTN - Agência Brazilian Times de Notícias)