Publicado em 2/06/2010 as 12:00am

Autor da polêmica lei no Arizona mostra que 'odeia imigrantes'

O senador Russel Pearce, do estado do Arizona, a cada dia dá demonstração de que sente ódio pelos imigrantes que vivem em seu estado

 

O senador Russel Pearce, do estado do Arizona, a cada dia dá demonstração de que sente ódio pelos imigrantes que vivem em seu estado. Depois de ser o mentor da lei SB1070, que determinou e deu direito aos policiais de abordar e investigar o “status” imigratório de quem mora no estado, ele criou uma nova lei que vai gerar grande polêmica.

Ele manifestou o desejo de apresentar uma proposta que invalide qualquer registro de nascimento de filhos de indocumentados que tenha nascido no Arizona.

De acordo com uma emissora de TV local, o senador teria encaminhado email para seus correligionários detalhando como seria o plano de impedir a emissão do documento para crianças nascidas no estado caso seja filha de imigrantes indocumentados. Russel chama o possível projeto de “anchor baby racket” e admitiu que o alvo deste projeto são as mães.

Depois que assunto vazou para a mídia, o senador negou que tivesse enviado os emails, mas admitiu que não vê nada errado nesta proposta. Esta idéia não PE novidade, pois em abril deste ano, um deputado da Califórnia disse que apoiaria a deportação de crianças nascidas nos Estados Unidos, cujos os pais são indocumentados.

No ano passado 92 parlamentares, liderados pelo anti-imigrante Tom Tancredo tentaram derrubar a lei que permite aos filhos de imigrantes nascidos neste país, ao completarem 18 anos reivindicarem legalidade para seus pais. Segundo Tancredo, o objetivo maior de quem vem para os EUA é ter um filho que lhe garanta uma legalização no futuro.

Fonte: (Da redação)