Publicado em 13/10/2010 as 12:00am

1200 soldados chegam às regiões fronteiriças dos EUA

Os 1200 soldados enviados pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, chegaram já estão nos postos onde atuarão na proteção das regiões

 

Os 1200 soldados enviados pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, chegaram já estão nos postos onde atuarão na proteção das regiões onde o país faz fronteira com o México. A ordem para o envio desta tropa foi assinada em julho e a metade do contingente foi destinada para o estado do Arizona, por ser considerado o estado com maior fluxo do tráfico de pessoas (imigração ilegal).

Alguns soldados foram para a região de Nogales, onde averiguaram o terreno e analisaram o trabalho que deve ser feito para proteger a fronteira. Um dos instrumentos usados por eles são os binóculos que conseguem digitalizar o terreno e perceber o calor do corpo humano.

Com a chegada da tropa, os agentes fronteiriços poderão se dedicar a outros trabalhos, tais como visitar regiões mais rurais em busca de orientar e educar a população quanto ao perigo que o tráfico de pessoas se tornou na região. Atualmente existem mais de 3 mil oficiais de imigração nas regiões de fronteira.

O posto colocado em Nogales ficou em uma posição estratégica e os soldados podem ser vistos à distância. Mas segundo os oficiais isso faz parte do trabalho, pois a intenção é mostrar que o local está protegido e com isso amedrontar a imigração ilegal na região.

Mesmo com a chegada de 12 mil soldados, alguns críticos do governo Obama afirmam que o número é muito inferior ao que a realidade do local exige. Eles afirmam que 560 é um contingente pequeno para proteger a fronteira no Arizona e que este número não é suficiente para conter a imigração ilegal.

Esta tropa foi designada para ficar na fronteira no período de um ano.

Fonte: (Da redação)