Publicado em 17/11/2010 as 12:00am

Obama é considerado o mais rigoroso contra imigrantes

No ano fiscal de 2010, o governo deportou quase meio milhão de imigrantes

 

A esperança era que quando o presidente Barack Obama assumisse as rédeas dos Estados Unidos, os imigrantes teriam maior regalia. Mas não é isso que vem acontecendo e ele já é considerado o governo mais rígido no que tange a fiscalização e aplicação das leis de imigração.

Segundo os dados apresentados pelo Departamento de Segurança Interna, somente neste ano fiscal foram deportados 392.862 imigrantes que estavam vivendo em situação irregular neste país. Em 2009 foram registradas 389 mil deportações e 369 em 2008.

A administração de Obama aumentou a fiscalização sobre empresas e estabelecimentos comerciais no sentido de coibir a contratação de imigrantes indocumentados. O mesmo estudo aponta que 2,2 mil empregadores foram investigados e em 2009 este número foi de 1,5 mil.

O Departamento ressalta ainda que estas investigações resultaram em acusações criminais contra 200 contratantes e mais de $50 milhões em multas.

Segundo o Governo, metade dos imigrantes deportados era criminosa e todos já haviam sido condenados por crimes graves, entre eles assassinato e estupro. Apesar destas justificativas, este rigor aplicado aos indocumentados é alvo de críticas por parte de alguns setores, os quais apontam a urgência na aprovação de uma ampla reforma nas leis de imigração.

A ativista Sarahi Uribe, coordenadora da campanha Uncover the Trhth disse à BBC Brasil que “os imigrantes não estão apenas decepcionados com o Governo Obama. Eles estão com raiva”.

Fonte: (Da redação)