Publicado em 27/12/2010 as 12:00am

Census afirma : 17% da população de MA é imigrante

Chelsea, Framingham, Marlborough e Milford foram apontadas como as cidades que mais aumentaram suas comunidades estrangeiras no estado

 

Segundo relatórios da U.S Census Bureau, órgão responsável por realizar a contagem populacional do país a cada 10 anos, 17% da população de Massachusetts é imigrante, sendo Chelsea, Framingham, Marlborough e Milford as cidades que mais aumentaram suas comunidades estrangeiras no estado.
Em Framingham por exemplo, que tem uma população de 66.411 residentes, por volta de 16.875 ou 25.4%, são imigrantes, sendo a grande maioria, brasileiros.  Estrangeiros também representam 5.311 moradores em Milford, que tem população total de 24.957 pessoas. Em Marlborough, 18% são imigrantes.
Framingham só perde para a concentração de Grande Boston, estimada em 26.7%. “ Imigrantes estão indo para áreas não tradicionais, fora dos grandes centros. É uma tendência que temos observado desde o começo dos anos 90” afirma Jessica Vaughan, diretora do Center For Immigration Studies. O relatório se iniciou anteriormente ao Census 2010, com pesquisas realizadas entre 2005 e 2009.
Para alguns ativistas de imigração, os números divulgados geraram certa surpresa. “ As pessoas tem dito que nos últimos dois anos, o número de imigrantes tem diminuído ao invés de aumentar. E eu posso garantir que eu não acredito nisso. Os imigrantes não estão deixando Massachusetts, mas não acho que estão crescendo nessas grandes proporções” afirma Christine Tibor, diretora do Framingham ESL Plus, escola de inglês que recebe muitos brasileiros que desejam aprender a língua.
As interpretações dos efeitos dos dados coletados pela pesquisa, dividem opiniões. “ A população imigrante que nós conhecemos tem crescido, e sabemos que tem sido vital para a recuperação da nossa economia” afirmou Frank Soults, diretor de comunicações da Massachusetts Immigrant and Refugee Advocacy Coalition – MIRA, ao site Wicked Local. Para ele, os imigrantes representam uma importante força de trabalho para o estado, substituindo aqueles que se mudaram para outra região do país.

Fonte: (Da redação)