Publicado em 21/02/2011 as 12:00am

ONG visa incentivar investimento no College

A ONG Families in Educational Leadership ? FUEL, foi criada com o objetivo de treinar famílias com baixa renda para ter melhor domínio do orçamento familiar de forma a economizar para a faculdade dos filhos

 

Tudo começou após uma batida migratória, há quatro anos. De sua casa em Melrose - MA, o banqueiro Bob Hildreth assistiu à notícia de que agentes federais de imigração invadiram uma fábrica de couro em New Bedford, Massachusetts, prendendo 350 suspeitos de estarem ilegais no país. O evento atraiu a atenção nacional, quando a imprensa mostrou que as crianças pequenas de alguns prisioneiros estavam sob cuidados de estranhos.

 

O fato também motivou o ativista e banqueiro a agir em favor deles. Filho de um imigrante irlandês, ele se dispôs a pagar metade da fiança dos imigrantes, aproximadamente $100.000. Alguns latinos imigrantes fizeram campanhas que conseguiram reunir a outra metade. Foi aí que a sua campanha mudou de foco. Ele pensou que se eles podiam se unir para juntar dinheiro para ajudar seus compatriotas, poderiam também juntar dinheiro para investir no futuro de seus filhos.

 

O resultado da indagação foi a criação da ONG Families in Educational Leadership – FUEL, que após um ano de criação, já criou ‘círculos de economia’ em Chelsea, Lynn e partes de Boston. O objetivo da ONG é treinar famílias com baixa renda para ter melhor domínio do orçamento familiar de forma a poder economizar algum dinheiro para a faculdade dos filhos.  "Eu vi que estes imigrantes se mostraram dispostos a reunir dinheiro para a fiança, e que eles também enviam bilhões de dólares todo ano em remessas. Porque não juntar algo para a faculdade e o futuro de seus filhos?"questionou ele à agência Associated Press.


Até o momento, segundo dados do FUEL, o grupo tem ajudado a 260 famílias de imigrantes e espera expandir para outras cidades de Massachusetts.  Além disso, o grupo realiza  reuniões com conselheiros universitários, peritos financeiros e estudantes universitários que são filhos de imigrantes.  Hildreth começou sua idéia com um programa piloto em Lynn com 12 alunos. Os estudantes do ensino médio, que passaram por oficinas sobre a procura de bolsas de estudo e planejamento financeiro familiar, ganharam 61 aceitações da faculdade e US $ 2,6 milhões em bolsas locais e nacionais no ano, desde a criação da ONG.

Os bons resultados da entidade podem ser vistos em exemplos como o de Felix Mendoza Chavez, que trabalha como faxineiro no Aeroporto de Boston. Ele nunca achava que conseguiria juntar dinheiro para a faculdade de suas duas filhas. Após o primeiro encontro, ele pegou $28 para um filha, e $12 para a menor, e iniciou a poupar. Se ele continuar nesse ritmo, ele espera ter $1.500 no fim da graduação do High School de cada uma delas. Eileen Aleman, de apenas 9 anos, afirma que quer ser professora ou médica. “ Meu pai apenas quer que nos tornemos algo na vida. Não quer que a gente passe a vida toda limpando banheiros” afirmou ela.

Fonte: (Da redação)