Publicado em 16/03/2011 as 12:00am

Governador de Utah assina lei pró-imigrante

Pressionado para tomar alguma providência quanto à imigração ilegal, já que o Governdo Federal não resolveu nada ainda, o governador de Utha, Gary Herbet

Pressionado para tomar alguma providência quanto à imigração ilegal, já que o Governdo Federal não resolveu nada ainda, o governador de Utah, Gary Herbet, assinou na terça-feira (15) uma série de projetos de lei que tentará aplicar uma “mini-reforma imigratória” e solucionar de forma parcial a presença de trabalhadores indocumentados em seu estado.

Apesar da polêmica gerada, o pacote foi apeliado pelos políticos norte-americanos, inclusive por alguns funcionários do governo Obama, de “Solução de Utah para a Imigração”.  O Governador, durante o discurso que precedeu a assinatura do pacote, disse que o estado está fazendo a coisa certa e ao mesmo tempo mostrando que há um caminho para legalizar os milhões de imigrantes espalhados pelo país. Participaram da solenidade de assinatura do programa, empresários, líderes políticos e religiosos.

No pacote, que prevê apertar o cerco contra a imigração ilegal no estado, também está incluído um programa de trabalhadores convidados e intensificar a fiscalização sobre as empresas que contratam trabalhadores indocumentados.

A opisição tentou evitar que o governador assinasse a lei, argumentando que ela era inconstitucional e concederia anistia aos imigrantes que vivem ilegalmente no estado. Mesmo diante de toda a pressão imposta, Gary Herbet assinou a lei e garante que servirá de exemplo para outros estados. O grupo que mais combateu a assinatura foi o movimento Legal Immigrants for Illegal Immigration que lamentoi a decisão do governador em assinar o pacote, principalmente o HB116, que abre espaço para trabalhadores convidados.

Arturo Morales, um delegado do partido Republicano e fundador da coalizão, disse, em um comunicado, que a assinatura deste programa “é um insulto aos residentes legais de Utah e dá aval para as pessoas entrarem neste país ilegalmente e viver legal no estado”. Ele citou uma petição online assinada por 4.500 pessoas pedindo o veto do HB116.

O procurador-geral de Utah, Mark Shurtleff disse que o Governo estadual está mantendo contato com a administração do presidente Barack Obama, no sentindo de conseguir a cooperação da esfera federal para dar seguimento ao programa e não encontrar empecilhios em sua execução.

Fonte: (da redação)