Publicado em 25/04/2011 as 12:00am

Prefeito de NY pede urgência na reforma imigratória

O prefeito de New York, Michael Bloomberg, disse no domingo (24), que os políticos mais conservadores devem parar de combater a imigração e aceitá-la como algo extremamente necessário para os Estados Unidos.

O prefeito de New York, Michael Bloomberg, disse no domingo (24), que os políticos mais conservadores devem parar de combater a imigração e aceitá-la como algo extremamente necessário para os Estados Unidos. Ele citou os imigrantes como uma mola primordial para alavancar desenvolvimento do país. “É preciso que aceitemos os imigrantes indocumentados, que já estão no país, além de fecharmos as fronteiras para evitar que outros entrem ilegalmente”, falou durante uma entrevista ao Fox News Sunday”.

Ele ressaltou ainda que o próprio país incentivou esta vinda, ilegal, dos imigrantes e até hoje nada foi feito de concreto para evitar que mais entrem “pelas portas dos fundos”. Bloomberg deixou claro que o mais importante neste momento é pensar o que fazer daqui para frente. Ele explica que já que o país “abri as portas oferecendo trabalho para estas pessoas”, o que deve ser feito agora é pensar como resolver o problema sem onerar prejuízos aos EUA.

Segundo o prefeito, este problema já se arrastar por 25 anos e vem desde a administração do presidente Ronald Reagan. Na época, foram discutidos meios para conter a entrada dos imigrantes e aprovado uma lei legalizando uma parte dos indocumentados. “Mas nada foi feito para conter o fluxo de imigrantes pela fronteira e hoje o país soma mais de 11 milhões que vivem na clandestinidade”, ressalta, lembrando que na época de Reagan, eram apenas dois milhões.

Bloomberg acredita que o momento de fazer algo para resolver o problema da imigração ilegal é agora, pois de o assunto for colocado para depois, logo ficará incontrolável.

Fonte: (da redação)