Publicado em 9/06/2011 as 12:00am

Policiais opinam sobre decisão do governador de MA

Quatro dias após a decisão do governador de Massachusetts, Deval Patrick, de não assinar o Secure Communities, chefes de Departamentos de Polícia de algumas cidades do estado,

Quatro dias após a decisão do governador de Massachusetts, Deval Patrick, de não assinar o Secure Communities, chefes de Departamentos de Polícia de algumas cidades do estado, conhecidas por sua grande população imigrante, resolveram opinar sobre o assunto, gerando polêmica e discussão.

Em meio à toda a polêmica que envolve o projeto, em especial às estatísticas dos programas piloto, que revelam que mais da metade dos deportados sob a aplicação da iniciativa, não tinham cometido nenhum ‘crime-violento’, o projeto reuniu apoiadores e críticos ao longo de todo o país. O Chefe de Polícia de Milford, Thomas O'Loughlin, afirma que ele apóia o projeto, pontuando que garantiria que apenas os imigrantes criminosos seriam atingidos. “ O projeto tem bons pontos para a segurança da comunidade, e foca somente naqueles que cometeram crimes graves, passíveis de autuação judicial, e que estão aqui somente para prejudicar os outros imigrantes” afirmou ele ao jornal local MetroWestDailyNews. Não levando em consideração as estatísticas que comprovam que o programa tem atingido imigrantes ‘não-criminosos’, O'Loughlin que não iria forçar a sua equipe policial a atuar como a Imigração e que não iria investir recursos para aplicação da lei de forma mais severa. Mesmo com a cidade contando com uma grande população imigrante, o chefe de polícia afirma não acreditar que o projeto suscitaria a discriminação.

Já o Chefe de Polícia de Framingham – MA, Steven Carl, apesar de não ter feito nenhum comentário direto sobre a decisão do governador, ele admitiu que ‘acredita que programa poderia ter benefícios se fosse administrado de forma correta’. Em apresentação para os vereadores da cidade, Carl pontuou diversos pontos que considera positivos, inclusive questionando se o programa poderia mesmo criar discriminação e elogiando o comprometimento do ICE em agir rapidamente no caso da captura de um criminoso. Apesar disso, ele ainda salientou que a falha na divulgação de dados e informações sobre o programa para os imigrantes, poderia prejudicar a confiança entre as comunidades e a polícia, admitindo inclusive que  o programa poderia falhar ao deportar imigrantes ‘não-criminosos’ em alguns casos. Sua maior preocupação, ele afirmou, é combater os constates casos de violência doméstica da região.

Governador anunciou repúdio ao programa na segunda-feira(6)

A comunidade brasileira de Massachusetts foi pega de surpresa nessa segunda-feira(06), com o anúncio do  governo do estado, em não assinar a expansão do programa. 

Massachusetts foi o terceiro estado, em menos de dois meses, a retirar o apoio ao projeto, como ocorreu com Illinois e New York. Segundo carta enviada pela Secretária de Segurança de Massachusetts, Mary E.Hefferman, a decisão de não assinar o projeto se deve à preocupação em não criar uma ambiente de hostilidade e medo entre a comunidade imigrante, a polícia e os cidadãos norte-americanos. “ Eu e o governador questionamos que o nosso estado deve tomar a posição de agir com poderes de Imigração. Estamos ainda mais céticos com relação ao impacto que o programa pode ter nos residentes do estado” afirmou Hefferman, em comunicado à imprensa.



Fonte: (da redação)