Publicado em 12/08/2011 as 12:00am

Candidato a vereador quer 'pena de morte' para imigrantes

"Os Imigrantes deveriam ter sido baleados quando eles cruzaram a fronteira", diz Nichols, candidato a vereador em Kennewick (WA)

O candidato a vereador pela cidade de Kennewick, em Washington, Loren Nichols, foi o foco das notícias nesta semana. Ele afirmou que a imigração ilegal é um crime cabível de pena de morte. Ele apresentou o seu ponto de vista sobre o assunto, durante uma entrevista em uma emissora de rádio local, mas logo ganhou espaço na mídia nacional.

 

Ele é candidato pela parte oriental da cidade e defende que o Governo federal deva tomar as questões de imigração como um dos grandes problemas do país e aplique penas duras e severas aos imigrantes indocumentados. Para o candidato, os imigrantes deveriam ser baleados quando atravessassem a fronteira.

Loren compara entrar ilegalmente nos Estados Unidos como um estupro ao país e defende que deveria ser aplicado “pena de morte para quem cometesse este crime”. Ele acrescenta que se o Governo Federal não toma providências, irá batalhar para os legisladores de sua região agirem. “Nós precisamos fazer o que é melhor pára nossa cidade e aplicar a pena de morte aos invasores é um dos caminhos”, afirma.

Outro ponto que ele abordou durante a entrevista é que todos devam falar inglês e quem for pego falando outro idioma deve ser punido. “Defendo a proibição do uso do espanhol até mesmo nos cartazes e lojas e em comunicados do governo e hospitais”, fala acrescentando que “não é racista”.

Para explicar sua posição ele fala que esta é uma questão que não lida com a raça e sim com a violação das leis no país. “Tenho certeza que não estou sozinho nesta minha opinião”, continua. Ele concluiu seu raciocínio afirmando que expulsar e penalizar os imigrantes indocumentados da cidade é prioridade e está em primeiro plano. “Eu quero todos os estrangeiros fora daqui”, conclui

Fonte: (da redação)