Publicado em 17/08/2011 as 12:00am

Governador 'amigo dos imigrantes' anuncia corrida presidencial

Após o anúncio de Perry, vários grupos conservadores iniciaram uma campanha para derrubar as pretensões do republicano

No sábado (13), o governador do Texas, Rick Perry, anunciou que disputará uma vaga, nas primárias republicanas, para concorrer a presidência dos Estados Unidos em 2012. Ele tem um histórico político admirado, principalmente em seu estado. Mas ele poderá enfrentar problemas com o eleitorado mais conservador devido à sua posição em relação à imigração ilegal.

Em 2001, ele sancionou no Texas um projeto semelhante ao “Dream Act”, permitindo que os estudantes indocumentados tivessem os mesmos direitos que os cidadãos dos Estados Unidos, pagando as mesmas mensalidades em universidades. “Não podemos punir estes jovens pelos erros de seus pais”, explicou.

Perry também foi contra a decisão do Arizona em passar o projeto SB-1070, que permite a polícia interrogar suspeitos sobre a sua cidadania no país e torna crime a imigração ilegal. “Defendo o lado de que o Estado deve oferecer proteção às pessoas, mas os atos praticados pelo governo do Arizona não são o caminho”, ressaltou.

Outra atitude do governador favorável aos imigrantes é a sua posição ferrenha contra o E-verify, que impede os imigrantes indocumentados de conseguir empregos, principalmente em empresas vinculadas ao governo.

Mas entre todas, a posição mais polêmica do pretenso presidenciável é a de “manter as fronteiras completamente abertas”. Ele discursou no México, em 2007, e ressaltou que defende o livre fluxo de pessoas entre os dois países que querem trabalhar. Perry também é contra a construção do muro.

Ele levantou a bandeira, em 2006, de uma anistia para os milhões de imigrantes que vivem nos Estados Unidos e defendeu a criação de um programa para trabalhadores convidados.

Após o anúncio de Perry, vários grupos conservadores iniciaram uma campanha para derrubar as pretensões do republicano. Sites, blog e reuniões estão promovendo uma verdadeira artilharia contra ele, tentando minar a sua força política.

Fonte: (Luciano Sodré)