Publicado em 18/04/2012 as 12:00am

Sou contra qualquer benefício para indocumentados

"Sou contra qualquer benefício para indocumentados"

O governador de Nebraska, Dave Heineman, vetou na sexta-feira (13), uma proposta para restaurar o Medicaid que dá assistência pré-natal para imigrantes indocumentados. Mas a situação pode se inverter se os legisladores estaduais rejeitarem a ação do Executivo, na próxima semana.

Os senadores votaram, na quarta-feira (11), por 31 a 15 a restauração do programa, o qual foi eliminado há dois anos. Desde então, as mães imigrantes não recebem nenhum tipo de ajuda pré-natal por parte do governo. Mas com a decisão dos legisladores, as expectativas melhoraram até na sexta, quando o governador barrou a proposta de lei.

O número de votos a favor é o suficiente para impedir que o veto do Governador continue e na próxima semana, os senadores decidirão sobre o assunto. “Eu sou radicalmente contra qualquer tipo de apoio à indocumentados”, afirma Dave Heineman.

Ele ressaltou, ainda, que teme ajudar os indocumentados e tornar o estado em um santuário para imigrantes. Cerca de 1600 mulheres de baixa renda foram afetadas quando o programa foi eliminado em 2010 e metade deste número era imigrantes indocumentados. O pedido para restaurar o plano veio através de manifestos promovidos por grupos anti-aborto, líderes religiosos e ativistas sociais.

Fonte: (DA REDAÇÃO)