Publicado em 12/06/2012 as 12:00am

Avó de 80 anos torna-se cidadã americana

Apesar da idade avançada e limitada no conhecimento da língua inglesa, a imigrante de El Salvador, Carlota Gutiérrez, tornou-se cidadã dos Estados Unidos aos 80 anos de idade.

Apesar da idade avançada e limitada no conhecimento da língua inglesa, a imigrante de El Salvador, Carlota Gutiérrez, tornou-se cidadã dos Estados Unidos aos 80 anos de idade.

Com a ajuda dos seus filhos, a avó havia aplicado para se tornar cidadã norte-americana em janeiro de 2012 e quatro meses depois foi chamada para a entrevista, que foi realizada em seu idioma de origem. Para isso, segundo os familiares, ela teve que diminuir as leituras diárias da Bíblia para conseguir memorizar as 100 perguntas que poderia cair na prova de cidadania.

Entre as perguntas, a avó respondeu quais os nomes dos seus filhos, quem foi o primeiro presidente ´dos Estados Unidos e o atual, e quantas vezes havia se casado. "A entrevista começou às 9 horas e por volta das 14 horas eu já estava na cerimônia de juramento", fala emocionada.

Pelo fato dela falar apenas "oi" e "adeus" em inglês, ela murmurou o juramento acompanhando as demais pessoas. Mas sempre esteve ciente de que aquele momento era muito importante em sua vida. Tanto é que sua família lhe proporcionou uma grande festa, reunindo os 10 filhos, 20 netos e sete bisnetos.

Para Carlota, a cidadania dos EUA foi uma espécie de reconhecimento pelos sacrifícios que enfrentou em sua vida, entre eles a morte de sua mãe, quando ela tinha apenas 11 anos de idade. Seu marido foi morto em 1978 e ela cuidou dos filhos sozinha, dos quais cinco eram menores de idade.

Ainda em El Salvador ela trabalhou muito para ser mãe e pai de seus filhos e criá-los de maneira correta. Com as dificuldades aumentando, ela decidiu vender uma pequena casa que tinha, em 1989, e se mudar para os Estados Unidos. "Foi uma decisão que não me arrependo de ter tomado, pois amo este país", fala.

TESTE DE CIDADANIA

Os candidatos à cidadania dos EUA podem ser dispensados da exigência de falar inglês se tiver mais de 50 anos de idade ou ter vivido como residente permanente (Green Card) por pele menos 20 anos. Eles também podem fazer o teste em sua língua de origem se tiverem mais de 55 anos e obtido o Green Card por 15 anos.

Fonte: Brazilian Times