Publicado em 24/04/2013 as 12:00am

Audiência sobre "Reforma Imigratória" tem divergências mas segue adiante

Os olhos de milhões de imigrantes estão voltados para o Senado, desde a semana passada.

da redação


O motivo é que o projeto para uma reforma nas leis de imigração foi apresentado por um grupo de oito senadores e isso pode significar a legalização dos mais de 11 milhões de pessoas que vive ilegalmente nos Estados Unidos.

Em uma audiência sobre o assunto, na terça-feira (22), os ânimos dos senadores ficaram acirrados e uma forte discussão aconteceu sobre alguns pontos que alguns divergem. Mesmo assim o debate continua e o projeto está a caminho para ser votado no Senado. Segundo o senador Chuck Schumer (D-NY), não há oposições fortes  e ele não permitirá que os republicanos atrapalhem.

Isso porque alguns republicanos sugeriram que o plano de reforma fosse adiado por causa das explosões em Boston (Massachusetts). Este foi o motivo que gerou um momento tenso durante a audiência, pois de um lado o senador Charles Grassley (R-Iowa) negou que tenha pedido o adiamento e Schumer afirmou que não acusou ninguém.

O senador Patrick Leahy. chefe do comitê, disse que haverá tempo para que todos leiam a proposta, façam suas análises e coloquem suas opiniões. "Todos terão tempo de apreciar o projeto", salientou.

A proposta continua no comitê para apreciação e os ativistas pró-imigrantes planejam outras manifestações para forçar os senadores a agilizarem o andamento do projeto.

 

LEGENDA

O projeto está no Comitê do Senado


Fonte: Brazilian Times