Publicado em 3/05/2013 as 12:00am

O projeto de lei de imigração, da forma que está, provavelmente não será aprovado

Assim falou o Senador Republicano Marco Rubio, no programa de rádio conservador de Mike Gallagher\'s, na última quinta-feira (2 de maio).

Da redação – ABTN



Ele acredita que o projeto tem que ser ajustado, porque as pessoas ainda estão desconfiadas de que o governo americano dificilmente vai ter como aplicar a lei da maneira que ela se encontra, e o senado, com maioria republicana, dificilmente apoiará o projeto sem emendas.

 

O combate ao projeto pelos conservadores

 

Os pontos do projeto de lei que estabelecem um maior controle de controle de fronteira e uma melhor aplicação das leis atualmente existes, deixam margem para que os opositores ao projeto possam aumentar o tom de suas criticas , atrapalhando assim que o projeto deslanche. Segundo Rubio, o projeto de lei é um “ponto de partida” e vai em breve enfrentar as emendas do comitê de imigração do senado. Ele afirma que tem escutado de opositores ao projeto, várias críticas construtivas, e acha que todas as emendas e mudanças que vão facilitar a aprovação do projeto são benvindas neste momento. Marco Rubio afirmou ainda que não acha produtivo críticas que simplesmente vão contra todo o projeto, que os opositores tem que apresentar suas críticas, para os pontos específicos, fazendo com que eles possam ser melhorados, deixando a lei pronta para a aprovação.

 

Alguns conservadores, inclusive o próprio radialista que entrevistou Rubio, são muito duros em afirmar que o projeto é na realidade uma anistia disfarçada, já que no longo prazo acabará permitindo a cidadania àqueles que entraram ilegalmente nos EUA. O Senador republicano tem recebido muitas críticas por sua atuação no projeto de lei, é já foi chamado inclusive de integrante da Gang dos 8 da Imigração, uma alusão aos 8 senadores (4 republicanos e 4 democratas) que escreveram e apresentaram o projeto inicial, no mês passado.

 

O senador Marco Rubio navega por águas turbulentas

 

O senador republicano Marco Rubio foi eleito em 2010, e já foi apontado, pela resvista Time, como um salvador do partido republicano, e até mesmo, possível candidato à presidência, para suceder Barack Obama. Sua liderança, na questão da reforma imigratória, é combatida por muitos de seu próprio partido, mas bem vista, por todos àqueles que querem ver o congresso americano, trabalhando unido, na busca de soluções para os problemas que os Estados Unidos enfrentam, entre eles, a imigração.



A revista conservadora National Review, em sua última edição, trouxe o senador Marco Rubio na capa de uma maneira provocativa, com o título de “Rubio’s Folly”, o que poderia ser traduzido como: “A insensatez de Rubio”, abordando sua atuação no senado em favor da reforma imigratória. A fotografia da capa, mostra o Senador rindo na entrevista coletiva que anunciou o projeto, no mês passado.

 

Todo processo de aprovação de uma nova lei, principalmente uma que trata de reformar um todo um sistema que não está funcionando bem, como a reforma imigratória, e que ainda por cima é altamente polêmico, tem um trâmite natural, e é normal que opositores e aliados do projeto se manifestem publicamente, já que o assunto é uma preocupação nacional nos EUA. O mais importante para a comunidade brasileira, é perceber que o processo está seguindo adiante, e que todas as notícias que mantém o assunto na mídia, são importantes para fazer com que o projeto prossiga seu caminho natural. Mais importante ainda é saber que pelo menos agora, existe um projeto de lei, que este projeto está sendo debatido no senado, com seriedade, pelos dois grandes partidos dos Estados Unidos, e que em breve será apresentado para votação, trazendo assim o alívio tão esperado para os milhões de imigrantes indocumentados na América.

Fonte: Brazilian Times