Publicado em 3/07/2013 as 12:00am

REFORMA IMIGRATÓRIA

REFORMA IMIGRATÓRIA

Deputados Republicanos não querem legalizar os imigrantes

 

da redação

Depois que os senadores aprovaram um projeto abrangente de reforma nas leis de imigração, os deputados republicanos já mostraram que o trabalho não será fácil para que o documento siga adiante. Nesta semana, foi publicado um texto elaborado por eles no qual omitem a possibilidade de abrir caminho para a legalização dos milhões de imigrantes que vivem nos Estados Unidos.

O deputado democrata pelo Texas, Joaquín Castro, disse que talvez esta divergência seja o caminho para conseguir a aprovação da reforma ainda este ano. Segundo ele, o seu partido quer encontrar uma solução e depende dos republicanos, que é a maioria na Casa de Representantes. “Eles precisam nos falar como colaborar conosco e vice-versa para chegarmos a algum lugar”, continuou.

O presidente da Câmara de Representantes, John Boehner, já afirmou que não levará em conta a iniciativa bipartidária aprovada pelo Senado. Desta forma, os democratas ficam com poucas opções para promover uma aprovação no projeto original que saiu do Senado. Portanto para se obter uma aprovação da reforma imigratória para este ano, os democratas precisarão acatar algumas exigências dos republicanos e a legalização pode ficar fora. “Por isso precisamos conversar muito sobre isso”, ressalta o deputado Joaquín.

O deputado democrata do Texas, Al Green, afirma que aceitar a proposta fragmentária dos republicanos não solucionará os problemas de imigração existente no país. Os legisladores estão em recesso devido a celebração do “4 de Julho”, mas já deixaram claro que aceitarão as exigências republicanas, desde que haja uma negociação com o Senado.

Os membros do conselho latino do Congresso estiveram em uma reunião privada, na sexta-feira (28) e deixaram claro que não darão respaldo aos projetos republicanos e que isso significará o fracasso da lei.

Fonte: Brazilian Times