Publicado em 11/10/2013 as 12:00am

Imigrantes marcham em Boston (MA) por Reforma Imigratória

Imigrantes marcham em Boston (MA) por Reforma Imigratória

da redação

 

Mais de mil imigrantes e simpatizantes marcharam pela Boyston Street, no sábado (05) em sinal de protesto pela lentidão da Reforma Imigratória no Congresso dos Estados Unidos. A marcha fez parte de uma série de ações que serão realizadas no sentido de forçar os deputados à agilizarem a aprovação do projeto que abre caminho para a legalização de milhões de indocumentados.

Este evento aconteceu, simultaneamente, em 154 cidades dividas em 40 estados norte-americanos. Em Boston (Massachusetts), os manifestantes pediam, além da de apoio para Reforma Imigratória, que os políticos abraçassem outras causas, entre elas a Declaração dos Direitos dos Trabalhadores Domésticos e In-state Tuition.

Mais de 50 organizações que defendem os direitos dos imigrantes montaram caravanas em suas cidades e foram até Boston. Os manifestantes representaram imigrantes de várias localidades: Williamstown, Springfield, Worcester, Lynn, Brockton e New Bedford.

O rali incluiu uma recepção calorosa proferida em vários idiomas "Viemos de muitas nações diferentes, mas todos nós chamamos a América de nossa casa", disse uma das apresentadoras do evento, Damaris Lopez. O evento serviu para troca de experiências e informações entre as pessoas, além de mostrar que os imigrantes estão cada vez mais unidos.

Sabrina Barroso, uma estudante da Revere High School e voluntária na Mira, cantou o Hino dos EUA. Em seguida, três imigrantes contaram as suas histórias, descrevendo a necessidade de ambas as reformas estaduais e municipais. Logo depois, uma carta do deputado Michael Capuano foi lida e uma chamada à ação foi feita por Cristina Aguilera, da Massachusetts Immigrant and Refugee Advocacy Coalition .

Durante o evento, crianças e adultos se reuniram em uma mesa próxima para fazer cartões postais pedindo ao Congresso que avance com a reforma "para o bem das famílias".

A Coalizão da Nova Inglaterra para manter as famílias "Together": AFL-CIO, American Civil Liberties Union of Massachusetts (ACLU), American Immigration Lawyers Association (AILA), ADL's Latino-Jewish Roundtable, Anti-Defamation League, The African Council, Agencia ALPHA, Berkshire Immigrant Center, Birfly Conexion Juvenil Inmigrante, Boston New Sanctuary Movement (BNSM), Boston College Students, Brazilian Immigrant Center, Brazilian Ministers Network (BMNET), Brazilian Women's Group, Brockton Interfaith Community, Centro Presente, Centro Comunitario de Trabajadores de New Bedford, Centro Comunitario de Trabajadores de Lynn, Chinese Progressive Association, Chelsea Collaborative, Citizenship Brazilian Movement, Cleghorn Neighborhood Center, Comite de Refugiados El Salvador (CORES), Dominican Development Center, East Boston Ecumenical Community Council (EBECC), Emerson College Students / EmersonUNITE, Harvard College Act on a Dream, Harvard Kennedy School Students, Irish International Immigrant Center (IIIC), Immigrant Worker Center Collaborative (IWCC), Jobs with Justice, Just Communities of Western Massachusetts, La Comunidad Inc, Latinas Know Your Rights, Latinos Unidos de Massachusetts (LUMA), Maria Luisa de Moreno International Foundation, Massachusetts Immigrant and Refugee Advocacy Coalition (MIRA Coalition), MassCOSH, Matahari Eye of the Day, MIRA USA, Neighbors United for a Better East Boston, New Hampshire Alliance of Immigrants and Refugees, Oiste?, Queer Asian Pacific-Islander Alliance (QAPA), REACH Beyond Domestic Violence, SEIU 32BJ/615, SEIU 1199, SEIU Local 509, Student Immigrant Movement, UNITE HERE Local 26, Williams College Students, Women's Institute for Leadership Development (WILD).

Fonte: Brazilian Times