Publicado em 2/11/2013 as 12:00am

Barco com imigrantes afunda nas Bahamas com 150 a bordo

Barco com imigrantes afunda nas Bahamas com 150 a bordo

A Guarda Costeira encontrou um sobrevivente de um barco de imigrantes nas Bahamas cujo naufrágio deixou cerca de 30 mortos. De acordo com a agência de notícias AP, um helicóptero da brigada de busca viu um homem em uma ilhota enquanto inspecionava na quarta-feira (27) durante a madrugada a zona em busca de sobreviventes do acidente. Uma declaração da Guarda Costeira informou que a tripulação resgatou o homem e o entregou à polícia das Bahamas. Ainda, de acordo com a agência de notícias Europa Press, parece que o sobrevivente estava agarrado a um pedaço de madeira em uma pequena ilha do oceano Atlântico. "Avistamos o homem e o levamos para um lugar seguro", disse o porta-voz da Guarda Costeira dos Estados Unidos, Jon Paul Ríos. Enquanto isto prosseguiam a busca de outros sobreviventes. O resgatado era um entre os 150 haitianos a bordo do barco que naufragou na segunda-feira (25) ao sul das Bahamas. As autoridades disseram que 30 imigrantes se afogaram. Foram resgatados 111 homens e mulheres e transferidos para uma base militar perto de Nassau. Vale lembrar que na terça-feira (26) passada, o tenente OriginDeleveaux, um dos porta-vozes das Forças de Defesa do Haiti, informou que haviam conseguido resgatar 110 náufragos que estavam agarrados ao casco da embarcação. Aviões e helicópteros da Guarda Costeira lançaram botes infláveis para que os náufragos pudessem "nadar até eles", o que levou a ter "muitas pessoas na água", segundo um porta-voz dos serviços de segurança americana, Mark Barney. A embarcação, de 12 metros de comprimento, virou a cerca de 28 quilômetros a sudoeste da ilha de StanielCay com mais de uma centena de pessoas a bordo, embora o número exato ainda seja desconhecido. Por outro lado, algumas pessoas revelaram ter visto outro bote de emigrantes haitianos perto da ilha de Ragged, localizada 145 quilômetros ao sul do local do naufrágio, mas fontes informaram que o bote não está em perigo, segundo a Europa Press. Haiti e a cidade de Miami estão a uma distância de 965 quilômetros. A Guarda Costeira americana registrou 346 haitianos interceptados nestas águas durante os últimos dois meses.

Fonte: (da redação)

Top News