Publicado em 8/11/2013 as 12:00am

"Reforma imigratória está morta para este ano", diz republicano

"Reforma imigratória está morta para este ano", diz republicano

Mario Diaz-Balart afirma que se nada for feito até março do próximo ano, o projeto será engavetada por um longo período

 

da redação

A Reforma Imigratória sofre mais um golpe aplicado pelos legisladores republicanos. Um dos líderes do partido conservador, o deputado Mario Diaz-Balart (R-Fl), afirmou que os deputados não vão discutir mais o assunto este ano. "Nós temos poucos dias disponíveis e acho que não teremos como colocar este assunto em pauta, pois temos outros pontos mais importantes e que precisam ser definidos", disse.

O deputado tem estado envolvido, profundamente, na negociação do assunto entre os dois partidos. Mas ele acredita que o ano praticamente terminou e que nada será feito em relação a aprovar ou discutir um novo projeto. "Tudo ficará para o próximo ano", continua.

Ele alerta que se nada for feito em relação ao assunto até março do próximo ano, período em que as primárias do Partido Republicano terão início, a Reforma Imigratória poderá ficar engavetada por um longo tempo. "Estou esperançoso de que podemos chegar a um acordo sobre a reforma no início do próximo ano", afirma o legislador confiante. "Mas eu sou consciente de que no próximo ano, todos começarão a corrida eleitoral e se não fizermos antes disso, então é podemos dar por encerrado o assunto", continua.

Alguns legisladores de ambos os partidos tentaram aprovar o projeto ainda este ano, mas tudo ficou barrado na Casa de Representantes. "Os líderes do Partido republicano não agendaram uma votação sofre a reforma e por isso ela pode ficar esquecida", disse ele. "Esperamos que algo seja feito o mais rápido possível, pois caso contrário  o assunto pode entrar no esquecimento novamente", conclui.

Fonte: Brazilian Times