Publicado em 21/11/2014 as 12:00am

Obama deixa pontos vagos mas ajudará milhões

As ações anunciadas por Barack Obama deixaram muitos pontos vagos, mas, neste primeiro momento, podem aliviar a situação de milhões de indocumentados.

As ações anunciadas por Barack Obama deixaram muitos pontos vagos, mas, neste primeiro momento, podem aliviar a situação de milhões de indocumentados. É fato que a comunidade imigrante sempre espera mais. Muitos não vão poder qualificar, infelizmente. No entanto, estima-se que, pelo menos, quatro milhões de pessoas serão beneficiadas. Não é pouca coisa, e isso pode ser só o começo.

Quem tem filho com cidadania americana ou “Green Card” e vive nos Estados Unidos continuamente há, pelo menos, cinco anos vai poder aplicar. O presidente não deixou claro se apenas quem é pai ou se estas medidas seriam estendidas a parentes imediatos (esposo/esposa/filhos).

- Não ficou claro este ponto. Mas é provável que haja uma expansão. Ainda é cedo para falar todos os pontos de forma detalhada. É preciso esperar as regras por escrito. De qualquer jeito, o plano é um ótimo começo, pois muitos imigrantes serão beneficiados - afirmou o advogado Dr. Ludo Gardini.

A questão dos “Dreamers”, talvez, tenha sido a grande decepção. Os pais destes jovens ficaram fora dos planos. Aqueles que entraram nos Estados Unidos recentemente também não terão qualquer benefício. Mesmo assim, é preciso olhar para a frente, esperando sempre que uma mudança poderá ocorrer num futuro próximo.

- Não há motivos para desespero. O Congresso pode passar uma reforma integral. Neste momento, Obama encontrou uma solução paliativa. É preciso ter calma, pois as deportações serão revistas, conforme prometido pelo presidente. Mesmo aquele que não venha a se encaixar nestes termos, a prioridade será a deportação de criminosos. Quem teve corte criminal por dirigir sem carteira, não será desqualificado dessa ordem executiva. - salientou Dr. Gardini.

A oposição critica Obama alegando que estas ações são “anistia”, pois não pune pessoas que, teoricamente, teriam burlado a lei para permanecer no país. Dr. Gardini destacou este momento do discurso do democrata:

- Obama foi muito bem quando disse que anistia é como vivem os indocumentados, hoje, nos Estados Unidos, porque muitos deles não pagam impostos e vivem nas sombras como se não existissem, fugindo aos olhos da lei. Ele buscou uma maneira para tirar das sombras estas pessoas para que elas tenham direitos e deveres também.

Outra questão importante é que, por enquanto, NÃO há permissão de viagem para o exterior com a garantia de volta. É possível que, em algum momento, depois de consolidada esta ação, haja alguma autorização de viagem, talvez por motivo humanitário, educacional ou de trabalho, a exemplo do que ocorreu com o DACA. Mas, neste momento, o indocumentado não poderá viajar para fora dos Estados Unidos, infelizmente.

Por fim, o especialista em imigração faz um importante alerta para a nossa comunidade:

- Cuidado para não cair nas mãos de pessoas que não têm autorização para te representar. Por isso, é importante que você procure um escritório renomado, com reputação. Temos uma equipe altamente qualificada, preparada para cuidar do seu caso. (texto: Por Marcelo Benevides). Para mais informações, ligue 855.337.8440 ou acesse, www.gardinilaw.com.

Fonte: Da Redação do Brazilian Times | Texto de Ludo Gardini