Publicado em 9/01/2015 as 12:00am

Republicanos iniciam estratégia para bloquear Ordem Executiva

Os deputados votarão na próxima semana o bloqueio dos gastos para executar as ações em torno da imigração

Os deputados republicanos planejam votar na próxima semana o bloqueio dos gastos para as ações executivas relacionadas à imigração, anunciadas por Barack Obama dia 21 de Novembro de 2013. Isso promoverá uma disputa entre o presidente e a Casa de Representantes, cujo resultado está incerto.

Através da Ordem Executiva anunciada por Obama, cerca de quatro milhões de imigrantes indocumentados teriam direito de permanecer legalmente no país por um período de três anos, incluindo com direito a Autorização de Trabalho, Social Security e Carteira de Motorista.

A ação enfureceu os Republicanos, que prometeram retaliar a Ordem depois que tiveram uma vitória arrasadora sobre os Democratas nas últimas eleições. "Nós não vamos permitir que o dinheiro do contribuinte possa ser usado para financiar essas ordens ilegais", disse a deputada Martha Roby (R-Alabama), que pertence ao grupo de parlamentares que foram ao encontro do líder da maioria na Câmara, Kevin McCarthy (R-Califórnia).

Ainda não está claro se existe algum projeto na Câmara ou no Senado que vise bloquear o financiamento para as ações de Obama. Mas os Republicanos garantem que vão agir antes que a verba seja encaminhada para o Homeland Secuirty, em fevereiro. "O objetivo principal é deixar claro que não há fundos, incluindo para dar suporte às ações ilegais do presidente", disse o deputado Matt Salmon (R-Arizona).

Fonte: Da Redação