Publicado em 10/07/2015 as 12:00am

Republicano promete: "Reforma imigratória será prioridade no Congresso

Há 2 anos, o porta-voz da Câmara dos Deputados, John Boehner (R-Ohio), fez uma promessa sobre reforma migratória afirmando que era hora do Congresso agir. Na época, ele disse que acreditava que a Câmara tinha trabalho a fazer e que faria sua parte. Pelo q

Há 2 anos, o porta-voz da Câmara dos Deputados, John Boehner (R-Ohio), fez uma promessa sobre reforma migratória afirmando que era hora do Congresso agir. Na época, ele disse que acreditava que a Câmara tinha trabalho a fazer e que faria sua parte. Pelo que tudo indica, a promessa do porta-voz não era verdadeira, pois o líder republicano ignorou o projeto de lei popular e bipartidário aprovado pelo Senado e apoiado por empresários, sindicatos, entidades religiosas, autoridades de segurança pública e ativistas, além do seu próprio compromisso.

 A Câmara, liderada por republicanos, nunca realizou uma audiência sobre a reforma migratória e a única ação que Boehner tomou com relação à imigração foi ameaçar cortar a verba do Departamento de Segurança Interna (DHS).

Na semana passada, ele esteve em Dublin (Irlanda) para comemorar o Dia da Independência na Câmara de Comércio Americana e Irlandesa. O jornal Irish Times publicou um artigo com o seguinte título: “John Boehner promete: Reforma migratória será o topo da agenda”.

O porta-voz da Câmara destacou em Dublin sua determinação em superar a resistência republicana à reforma migratória. Seus comentários indicam que ele pode resolver confrontar os oponentes da reforma em seu próprio partido, o qual é a vanguarda da resistência e representa a maioria na Câmara.

Para o analista e jornalista Steve Benen, da MSNBC, Bohner não está mentindo somente para a audiência americana sobre o assunto, mas também para as audiências estrangeiras.

De acordo com ele, “não há nada que sugira que o porta-voz tenha qualquer intenção de trabalhar a favor de uma reforma migratória nesse Congresso.

Caso o líder do GOP continua dizendo que a reforma migratória permanece como prioridade e ele planeja resolver isso, então, Boehner não está sendo sincero, segundo Steve, com a audiência ou si mesmo. Aparentemente, o porta-voz não tinha consciência que, ao fazer tal promessa na Europa, entre os 11 milhões de indocumentados que vivem nos EUA são imigrantes de literalmente todas as partes do mundo, incluindo irlandeses.

Fonte: Brazilian Times