Publicado em 31/08/2015 as 12:00am

Candidato republicano quer muro na fronteira dos EUA com Canadá

Pré-candidatos republicanos estão adotando uma abordagem dura quanto à imigração ilegal, mas normalmente o foco é a fronteira com o México

daredação

O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Scott Walker, governador do estado de Wisconsin, afirmou neste domingo (30) que é legítima a proposta de construir um muro na fronteira do país com o Canadá e que o tema merece ser analisado.

Em geral, os pré-candidatos republicanos estão adotando uma abordagem dura quanto à imigração ilegal, mas normalmente o foco é a fronteira com o México. Walker foi questionado sobre a construção de um muro na fronteira ao norte dos EUA durante uma entrevista à emissora NBC e respondeu que algumas pessoas em New Hampshire questionaram a campanha sobre o tema.

"Elas levantaram algumas preocupações bastante legítimas, incluindo algumas pessoas responsáveis pela aplicação da lei que trouxeram o tema até mim em uma de nossas reuniões da Câmara Municipal, cerca de uma semana e meia atrás. Então, essa é uma questão legítima para nós para olharmos", disse Walker. A fronteira EUA-Canadá é a mais longa no mundo.

O bilionário Donald Trump está trazendo à tona a questão da imigração ilegal para as eleições primárias presidenciais republicanas. Ele disse que faria o México pagar para terminar a construção de uma parede permanente ao longo da fronteira. Ele também afirmou que acabaria com a cidadania automática para os nascidos nos Estados Unidos, um direito garantido pela 14a Emenda à Constituição, que foi originalmente acrescentada para conceder cidadania aos escravos libertos e seus descendentes, após a Guerra Civil. As posições de Trump parecem ter levado rivais a tomar partidos também fortes com relação à imigração.

Walker, em dado momento, repetiu o apelo de Trump para acabar com a cidadania inata, mas depois disse que ele é contra tal revogação. Trump ganhou apoio, enquanto Walker caiu nas pesquisas para o meio da lista com 17 candidatos republicanos.

Fonte: Brazilian Times

Top News