Publicado em 30/09/2015 as 12:00am

150 imigrantes são detidos tentando entrar nos EUA

Todos estavam aglomerados em um caminhão e com sintomas de desidratação

Uma nota divulga pelas autoridades mexicanas informou que 150 imigrantes foram resgatados de um caminhão em condições de desidratação. Entre eles, havia 25 menores e todos estavam aglomerados, com pouco espaço para se mexer e ar escasso.

Segundo o Instituto Nacional de Migração (INM), o grupo foi encontrado durante uma revista migratória realizada na estrada que conecta Manzanillo e Ciudade Mier, no estado de Zacatecas. A nota relatou que se tratava de 110 guatemaltecos, 27 salvadorenhos, 10 hondurenhos, dois dominicanos e um equatoriano. O local que eles estavam era uma caixa de refrigeração de um trailer que seguia rumo a Monterrey, capital de Nuevo León.

A nota do INM afirmou que os imigrantes “estavam há mais de 14 horas no contêiner, desde que iniciaram o trajeto no estado de Puebla, sem receber água e nem alimentação”. Por isso, todos estavam desidratados e alguns a ponto de ficar inconscientes.

Ao serem interrogados, os imigrantes disseram que haviam entrado em contato com os traficantes desde seus países de origem, os quais cobraram antecipadamente entre 30 mil a 50 mil pesos mexicanos (entre US$ 1.756 e US$ 2.927) por pessoa para transportá-los aos Estados Unidos.

Após a detenção, os imigrantes foram atendidos pelos serviços de saúde em Zacatecas e pela Cruz Vermelha do México. Depois foram transferidos para as instalações migratórias, onde receberam alimento, água, atendimento médico e assistência consular.

Fonte: Brazilian Times