Publicado em 2/10/2015 as 12:00am

Congressista quer Obamacare para indocumentados

O deputado Luis Gutiérrez disse que não espera apoio, apesar de muitos terem elogiado o discurso do pontífice

da redação

Muitos imigrantes indocumentados que pagam impostos podem estar aptos a obter o Obamacare, baseado em um projeto do Deputado Luis Gutiérrez (D-Ill), introduzido no Congresso dos Estados Unidos nesta quarta-feira, dia 30 de setembro.

Atualmente, o “Affordable Care Act” limita o acesso a planos de saúde e subsídios públicos para imigrantes, até mesmo quem está legalmente no país. Isso significa que mais de 11 milhões não são elegíveis ao Obamacare e seus empregadores não podem fornecer-lhes cobertura de saúde.

O projeto apresentado por Gutiérrez aumenta estende os subsídios para imigrantes indocumentados que apresentem provas de residência no estado e comprovantes do pagamento de impostos. Isso se refere também aos imigrantes que estão vivendo ilegalmente no país.

Durante a apresentação do plano, no Congresso, ele afirmou que o objetivo é promover a integração e a inclusão real de milhões de famílias que não têm acesso ao plano de saúde devido a uma lei federal. “Atualmente, muitos imigrantes não podem aplicar ou comprar o plano de saúde, mesmo que eles usem o próprio dinheiro. Minha proposta é mudar isso”, afirma.

Se for aprovado, o projeto entraria em vigor no dia 31 de Dezembro de 2015, em tempo hábil para a aplicação do plano, em 2016. Mesmo com este discurso, o político não se mostrou otimista. "Eu não acredito que consiga o apoio necessário”, disse. Gutiérrez argumentou que seu projeto também visa oferecer aos jovens uma melhor qualidade de vida.

No ano passado, o senador do estado da Califórnia, Ricardo Lara (D) introduziu legislação semelhante para oferecer aos residentes na Califórnia a oportunidade de acesso a um plano de saúde. Estima-se que neste estado haja cerca de um milhão de imigrantes indocumentados. O político ficou desanimado, no início, alegando falta de apoio.

Mas o programa de saúde do estado destinado aso pobres, o Medi-Cal, teve uma expansão este ano para cobrir os menores de 19 anos de idade, independentemente de sua condição imigratória.

Durante a apresentação do projeto de lei, na quarta-feira, Gutiérrez citou o discurso que o Papa fez no Congresso na semana passada. Francisco invocou a "Regra de Ouro", instando os legisladores a agirem sobre as políticas de imigração e tratar as pessoas como eles gostariam de ser tratados.

Fonte: Brazilian Times