Publicado em 17/03/2016 as 5:00pm

Mais de 60% mexicanos têm opinião negativa sobre Trump, diz pesquisa

Americano faz campanha agressiva contra mexicanos nos EUA. Em pesquisa, 18% foram indiferentes e 9% têm opinião positiva sobre ele.

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (16) apontou que 61% dos mexicanos têm uma opinião negativa sobre o pré-candidato republicano à Casa Branca Donald Trump, enquanto dois terços acreditam que um suposto governo liderado pela magnata seria prejudicial para o México.

De acordo com o estudo realizado pela GEA-ISA, a agressiva campanha lançada contra o México por Trump fez dele amplamente conhecido entre os mexicanos, chegando a superar os políticos locais que são vistos como possíveis candidatos para a eleição presidencial mexicana em 2018.

Trump é conhecido por 88% dos mexicanos, enquanto a pré-candidata democrata Hillary Clinton é conhecida por 85%. Apenas o líder de esquerda mexicano Andres Manuel Lopez Obrador, duas vezes candidato presidencial (2006 e 2012), compete com os americanos, com 86%.

"Há uma profunda rejeição a Donald Trump. Dois em cada três cidadãos têm uma opinião negativa sobre o magnata, enquanto quase o mesmo percentual tem uma opinião positiva de Hillary Clinton", indicou Guillermo Valdés, diretor do GEA.

Hillary

De acordo com a pesquisa nacional, realizada entre os dias 5 e 8 de março com 990 pessoas e com uma margem de erro de +-3,1%, 18% dos entrevistados foram indiferentes a Trump, 9% deram uma opinião positiva e 12% não souberam opinar.

Sobre Hillary, 58% expressaram uma opinião favorável, 7% negativa, 20% indiferente e 15% não souberam opinar.

O governo do México e artistas mexicanos, como o premiado diretor Alejandro Gonzalez Iñárritu e os atores Gael García Bernal e Diego Luna, criticaram duramente o magnata americano.

Desde o início de sua campanha, Trump se mostrou agressivo contra os imigrantes e comparou os mexicanos a narcotraficantes e estupradores.

O magnata tem defendido que, se chegar à presidência, irá forçar o México a pagar pela construção de um muro ao longo da fronteira entre os dois países.

 

Fonte: http://g1.globo.com