Publicado em 23/03/2016 as 9:44pm

Senadora de Massachusetts chama candidato anti-imigramnte de "racista nojento"

Ela disse que "Trump se torna uma grande e feia ameaça a cada dia que se passa

A Senadora Democrata por Massachusetts, Elizabeth Warren, rotulou Donald Trump como um perdedor, valentão e uma ameaça. A afirmação foi feita na segunda-feira (21), dando seguimento a uma feroz guerra de palavras entre ela e o candidato republicano à presidência dos Estados Unidos.

Ela escreveu em sua conta no Twitter: "@RealDonaldTrump knows sabe que é um perdedor. Suas inseguranças são visíveis: uso de uma intimidação mesquinha, ataque a mulheres, racismo barato e narcisismo”. Ela desferiu uma rajada de oito textos atacando o bilionário republicano.

Ela ainda advertiu seus aliados dizendo que “não só porque @realDonaldTrump é um perder em todos os lugares que ele pode perder estas eleições”. Há uma semana, a senadora levou o assunto para o Facebook no intuito de incentivar os adversários de Trump a falarem.

Ela disse que “Trump se torna uma grande e feia ameaça a cada dia que se passa – e agora é hora para que pessoas decentes em todos os lugares (Republicanos, Democratas, Independentes) digam ‘não mais Donald’”.

Do outro lado, em resposta aos ataques feitos no Facebook, Trump desferiu o seu ataque à senadora e disse que “acha tudo isso maravilhoso, porque os índios agora podem participar do futuro do país. Ela tem tanto sangue de índio como eu tenho”.

Ele acrescentou que toda a vida de Elizabeth foi baseada em uma mentira. “Ela entrou em Harvard pelo simples motivo de que ela afirmou fazer parte de uma minoria”, afirmou.

Durante a sua campanha eleitoral de 2012, Elizabeth foi criticada depois de ser listada em uma escola de Direto como sendo de ascendência indígena.

O Comitê de Trump não quer dar uma resposta imediata às recentes declarações que a senadora fez no Twitter. “A resposta vem na liderança do bilionário nas primárias republicanas”, disse.

Em seus tweets, a senadora acusa Trump de exploração de empresas falidas, enganando pessoas e usando falências para evitar dívidas. Ela disse que está "pronta para rasgar uma América que foi construída sobre valores como a decência, a comunidade e preocupação com os vizinhos”. Ela ainda escreveu: "Muitos dos piores autoritários da história começaram como perdedores - e @realDonaldTrump é uma ameaça séria".

"A forma como eu vejo, é nosso trabalho se certificar de que @realDonaldTrump termine esta campanha como o perdedor que ele começou", Warren twittou na segunda-feira, em sua conta que tem 261 mil seguidores.

Trump, um prodígio no Tweeter, tem 7 milhões de seguidores em sua conta.

Fonte: braziliantimes.com