Publicado em 17/05/2016 as 10:00pm

ICE prende 84 imigrantes, entre eles estão brasileiros

Os imigrantes presos já foram condenados por crimes de aliciamento de menor, pornográfica infantil, atentado violento ao pudor, roubos, tráfico de drogas ou se encaixam nas prioridades estabelecidas pela administração Obama para deportação

Durante uma intensa operação, oficiais do Immigration and Customs Enforcement (ICE) e do programa Enforcement and Removal Operation (ERRO) foram presos 84 imigrantes criminosos na Pennsylvania, Delarware e West Virginia.

Os imigrantes presos já foram condenados por crimes de aliciamento de menor, pornográfica infantil, atentado violento ao pudor, roubos, tráfico de drogas ou se encaixam nas prioridades estabelecidas pela administração Obama para deportação.

Estes imigrantes são oriundos do México, Uruguai, Quênia, El Salvador, Guatemala, Jamaica, república Dominicana, Equador, Nicarágua, Argentina, Libéria, Honduras, Brasil, Gana, Índia, Costa Rica, Papua Nova Guiné, Bósnia e Alemanha.

Enquanto o ICE conseguiu prender 84 imigrantes criminosos em uma semana, os críticos ao Governo Obama ressaltam que existem 180 mil estrangeiros que foram condenados a processos de deportação, mas vivem em liberdade nos Estados Unidos.

O ICE destacou que a ação e execução destas operações faz parte de uma estratégia do Governo para se concentrar apenas em imigrantes criminosos cujos os crimes são graves o bastante para justificar a deportação.

O nível de deportação vem caindo nos últimos anos. No ano fiscal de 2015, o ICE removeu 235,413 imigrantes, o que significa um declínio de 43% em relação ao ano fiscal de 2012.

O ICE destacou alguns que segundo a agencia são bastante perigosos e estavam circulando livremente pelas ruas:

- Um indiano de 30 anos de idade que foi condenado por corrupção de menor. Ele foi preso em Bensalem (Pennsylvania) e permanece sob custódia da Imigração, a espera de uma audiência.

-O outro é um jamaicano de 39 anos de idade que foi preso portando substâncias controladas com intenção de distribui-las. Ele foi preso no dia 6 de maio em sua casa, na Philadelphia, e também permanece sob custódia do ICE a espera de uma audiência com um juiz de imigração.

-O terceiro apontado como perigoso pelo ICE é um argentine de 47 anos de idade que foi condenado por pornografia infantil. Ele foi preso na Philadelphia e permanece sob custódia do ICE a espera de uma audiência.

- O último citado pela agência é um guatemalteco de 37 anos que foi condenado por corrupção de menor, ataque sexual a um menor e atentado ao pudor. Ele também foi preso na Philadelphia e permanece sob custódia do ICE esperando uma audiência com um juiz de Imigração para definir o seu futuro.

Fonte: braziliantimes.com