Publicado em 3/06/2016 as 8:40am

Governador de Massachusetts autoriza State Police deter imigrantes para o ICE

O Governo anterior tinha proibido os policiais do estado de agirem em parceria com o ICE

O Governador de Massachusetts, o Republicano Charlie Baker, fez uma alteração sobre uma ação política de imigração assinada pelo seu antecessor, o Democrata Deval Patrick. Com a decisão, a Polícia Estadual recebeu carta branca para deter imigrantes, temporariamente, e comunicar o Immigration and Customs Enforcement (ICE).

O Governo anterior tinha proibido os policiais do estado de agirem em parceria com o ICE e manter imigrantes detidos até a chegada de um agente de imigração. Mas com esta mudança, a parceria retornará.

Segundo as informações da assessorial de Charlie Baker, as mudanças colocam Massachusetts em sintonia com o Priority Enforcement Program (PEP), um programa federal operado pelo Departamento de Segurança Interna (DHS, sigla em inglês) e que prioriza a deportação “somente de imigrantes indocumentados que ofereçam ameaça à segurança pública”.

O ex-governador, Patrick, tinha assinado um decreto retirando Massachusetts do programa Secure Communities, que foi substituído pelo PEP em julho de 2015, e tinha o mesmo objetivo do atual, mas acabou deportando imigrantes trabalhadores que não possuíam registros criminais.

“Esta mudança fornece aos nossos policiais estaduais as ferramentas necessárias para deter criminosos, membros de gangues ou suspeitos de terrorismo procurados pelas autoridades federais", disse Baker, em comunicado. “Agora eles estão aptos para ajudar na detenção de indivíduos que representam uma ameaça significativa para a segurança pública ou a segurança nacional", continuou.

A mudança entrou em vigor nesta quinta-feira, dia 02.

Através da parceria com o PEP, os agentes do ICE podem pedir para a Polícia Estadual deter imigrantes com ordem de deportação, suspeitos de terrorismo, condenados por crimes ou delitos graves relacionados com gangues.

Segundo o Secretário de Segurança Pública Dan Bennetti, os policiais estaduais abordam muitas pessoas ao longo do dia, durante o trabalho e “faz sentido permitir que eles possam agir em defesa da segurança pública”. Desta forma eles podem comunicar o ICE e deter qualquer pessoa que seja procurada pelas autoridades estaduais.

Mas o governador afirmou que tal como aconteceu no governo de Deval Patrick, os policiais estaduais não estão autorizados a pararem pessoas e perguntarem sobre a situação imigratória no país.

Fonte: braziliantimes.com