Publicado em 1/07/2016 as 11:00am

Brasileiro é preso por dirigir em alta velocidade em Somerville

Como não apresentou nenhum documento de identificação, João Paulo, foi colocado sob custódia

Na manhã de segunda-feira (27), o policial Robert W. Hickey estava realizando seu trabalho rotineiro, em sua viatura, na Rota 16 (Alewife Brook Parkway), em Somerville. Ele estava fiscalizando a velocidade, na região em que ela passa em locais públicos em Somerville e o máximo permitido é 30 MPH (cerca de 50 km/h). “Eu observei um Infinity G37, ano 2010, de cor cinza andando a mais ou menos 48MPH”, disse.

Imediatamente o policial entrou em sua viatura e seguiu atrás do veículo para intercepta-lo. Ele acendeu as luzes do giroflex e acionou a sirene para pará-lo, nas proximidades da High Street. “Eu chequei o número de registro e fui informado que ele estava com o seguro revogado”, afirmou.

O policial aproximou-se do motorista e solicitou a apresentação da carteira de motorista e do registro do veículo. O mesmo disse que não tinha licença para dirigir e nenhum tipo de documento de identificação. “Ele alegou que deixou sua documentação em casa”, relatou o policial em seu boletim de ocorrência.

O policial perguntou o nome do motorista, o qual se identificou como João Paulo e quando chegou, o oficial não encontrou nenhum registro em nome dele. Como não conseguiu provar a sua identidade, o brasileiro foi levado sob custódia.

As autoridades não informaram se ele foi mantido sob fiança, mas a história serviu para que ativistas alertassem as pessoas, através do Facebook sobre a questão de andar com algum documento de identificação, nem que seja brasileiro.

Fonte: braziliantimes.com