Publicado em 1/09/2016 as 10:00am

Em visita ao México, Trump defende muro na fronteira

Nas ruas da capital mexicana, cidadãos criticaram a reunião com gritos e cartazes

O candidato do Partido Republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, manifestou nesta quarta-feira, 31, seu “grande respeito” pelo povo do México, mas reiterou ao presidente do país, Enrique Peña Nieto, a necessidade da construção de “um muro para acabar com a imigração” na fronteira comum.

Em entrevista coletiva na residência presidencial de Los Pinos, após uma reunião privada com Peña Nieto, Trump disse que os dois países vão resolver o problema da imigração ilegal, que também envolve a América Central, e insistiu na construção do muro. Ele esclareceu que na reunião não foi discutido quem pagaria pela barreira.

A visita do magnata foi duramente criticada pelos mexicanos após a sequência de declarações xenofóbicas do republicano. No início de sua campanha, Trump disse que o México só mandava para os EUA “estupradores” e “criminosos”.

Trump desembarcou às 13h09 no México (hora local) no Aeroporto Internacional da Cidade do México. Segundo a imprensa local, ele se deslocou de helicóptero até a residência presidencial Los Pinos para se encontrar com Peña Nieto. Em seguida, ele deu a declaração à imprensa.

Nas ruas da capital mexicana, cidadãos criticaram a reunião com gritos e cartazes. Com expressões como “ato astuto” ou uma “irregularidade total”, os mexicanos demonstraram sua reprovação à visita, anunciada de surpresa na noite de terça-feira.

Fonte: http://internacional.estadao.com.br/