Publicado em 18/09/2016 as 7:30pm

Trump acusa Hillary de planejar anistia para imigrantes indocumentados

Segundo o candidato republicano, EUA não estarão seguros com fronteiras abertas. Ele sugeriu que seguranças de Hillary andem desarmados.

O candidato do Partido Republicano à presidência dos Estados Unidos voltou a provocar polêmica e preocupação.

Donald Trump falou sobre a possibilidade de um ataque contra a adversária dele, a democrata Hillary Clinton.

Num encontro com famílias de vítimas de crimes cometidos por imigrantes ilegais, Donald Trump disse que o país não estará seguro enquanto as fronteiras estiverem abertas.

Ele acusou a candidata democrata, Hillary Clinton, de planejar uma ampla anistia para os ilegais se for eleita.

Mais uma acusação sem fundamentos um dia depois de deixar no ar uma ameaça contra Hillary.

Num discurso na sexta-feira (16), Trump disse que a democrata anda cercada de muitos seguranças. E sugeriu:

"Tirem as armas deles. Ela não gosta de armas. Vamos ver o que acontece. Seria muito perigoso".

Em nota, a campanha de Hillary respondeu que o republicano tem o hábito de incitar a violência para provocar protestos ou até como piada. Mas que esse comportamento é inaceitável para alguém que ser comandante das Forças Armadas e presidente do país.

Não é a primeira vez que Trump incita a violência contra Hillary. Em agosto, ele disse que ela iria abolir a emenda constitucional que permite o porte de armas a civis e que o único jeito de impedir isso seria que as pessoas que defendem a livre venda de armas agissem.

Fonte: Da redação