Publicado em 28/10/2016 as 11:00am

Em NY, valadarenses se unem por Hillary

Mesmo os brasileiros ilegais estariam se mobilizando para convencer seus compatriotas com dupla cidadania a votar na democrata

Governador Valadares, na região do Rio Doce, é reconhecida por ser a cidade brasileira que mais “exporta” cidadãos para os EUA. Agora, às vésperas da eleição, pessoas naturais do município mineiro, com cidadania norte-americana, se unem pela vitória de Hillary Clinton.

“A impressão que muitos têm é que o Donald Trump pode causar problemas para quem não for nascido nos EUA. Por isso, acredito, que a comunidade de Governador Valadares vai votar em peso em Hillary”, diz o advogado Ailton Gomes, nascido na cidade mineira, mas que vive em New York.

Mesmo os brasileiros ilegais estariam se mobilizando para convencer seus compatriotas com dupla cidadania a votar na democrata. “Com Trump, a perseguição contra os ilegais deve ser ainda mais dura – e a possibilidade de conseguir uma regularização muito mais difícil”, afirma.

A ideia destas manifestações é mobilizar os imigrantes que já estão aptos a votarem para combater as políticas de Trump contra a imigração e eleger Hillary, a qual tem se mostrado “amiga” das minorias. Mas um dos pontos altos é fazer com que até os indocumentados participem destas eleições, mesmo que indiretamente.

Todo imigrante indocumentado tem amigos ou patrões que são cidadãos dos Estados Unidos. Desta forma, todos estão sendo orientados a votar em Hillary, pois caso contrário, há um grande risco de deportação em massa e empresas, lojas, donos de imóveis sentirão a ausência da força imigrante no trabalho deste país.

Cerca de 40 mil cidadãos de Governador Valadares vivem nos EUA.

Fonte: Da redação