Publicado em 3/11/2016 as 4:00am

FBI segurou casos ligados a Hillary e Trump durante a campanha

O "New York Times" diz que a medida foi tomada levando-se em conta a proximidade da eleição e seu eventual impacto nela

A pedido do Departamento de Justiça, o FBI (polícia federal americana) concordou em não emitir intimações ou dar outros passos que tornariam públicas duas investigações que poderiam influenciar as eleições presidenciais americanas, afirmou o jornal "The New York Times".

Segundo o jornal, um dos casos envolve Paul Manafort, ex-diretor de campanha de Donald Trump; e o segundo caso envolve as relações entre a democrata Hillary Clinton e os doadores da Fundação Clinton.

O "New York Times" diz que a medida foi tomada levando-se em conta a proximidade da eleição e seu eventual impacto nela.

O episódio vai de encontro com a atitude do diretor do FBI, o republicano James Comey, acusado de interferir na campanha ao enviar, na semana passada, comunicado vago sobre a investigação do uso de um servidor privado de e-mails por Hillary, quando ela era secretária de Estado. Com informações da Folhapress.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br