Publicado em 12/12/2016 as 8:00pm

Programa anti-imigrante vai entrar em vigor em Massachusetts

A carteira de motorista só será válida mediante a apresentação do Real ID, comprovante de cidadania ou residência legal (Green Card)

A polícia de Massachusetts continuará a trabalhar com a imigração e carteira de motorista, a partir de 2018, só será válida mediante a apresentação de um documento de cidadania ou residência legal. Esta afirmação foi feita na quarta-feira (07), durante entrevista do governador Charlie Baker e da diretora do Departamento de Trânsito (RMV), Erin Deveney, à imprensa étnica.

Segundo o governador Baker, não há razão para a polícia estadual parar pessoas na rua ou entregar pessoas sem antecedentes criminais à imigração. Ele disse que se isso acontecer, vai querer o nome do policial, onde aconteceu e a data do ocorrido. O Governador não demonstrou tendência de suavizar a linguagem do estado para fazer todos os imigrantes se sentirem incluídos, valorizados e seguros.

Baker disse que vai esperar o governo federal ditar normas para ele ver o que vai fazer.

Já diretora do Departamento de Trânsito, por sua vez, anunciou o novo programa do Departamento de ministrar testes em diversas línguas online. O de português, por exemplo, poderá ser feito online. “Esta foi a boa notícia”, afirma a diretora do grupo Mulher Brasileira, Heloísa Galvão. “Aliás a única, porque Erin também disse que o REAL ID, uma identificação nacional criada pelo Departamento de Segurança Interna, vai ser implementado no primeiro trimestre de 2018”, continuou.

Isso significa que para se ter uma carteira de motorista, mesmo que a pessoa decida não tirar o REAL ID, será necessário comprovar cidadania, nata ou naturalizada, ou residência legal (Green Card). No caso de vistos especiais, como os estudantes que têm DACA, Erin Deveney disse que vai “defer to the federal government”. Quer dizer, o RMV vai fazer o que o governo federal mandar, embora a carteira de motorista seja documento emitido pelo estado e cada estado possa determinar que documentos são necessários para sua emissão.

Erin acrescentou que o seu Departamento fará uma campanha ampla de informação para que as pessoas entendam bem como o REAL ID vai funcionar e que isso será feito através de reuniões e fóruns em todo o estado.

Fonte: Brazilian Times