Publicado em 16/12/2016 as 2:00pm

Brasileiro está entre 82 presos por antecedentes criminais em NJ

As batidas migratórias duraram cinco dias e foram realizadas em todo o estado e imigrantes de vários países foram detidos

Na segunda-feira (12), o escritório do Departamento de Imigração (ICE) em Newark informou que seus agentes prenderam 82 estrangeiros que possuem antecedentes criminais. A operação, que durou 5 dias, abrangeu todo o estado, conforme as autoridades.

O escritório do Departamento de Alfândega e Proteção das Fronteiras (CBP) em New Jersey, o Departamento de Liberdade Condicional do Estado de New Jersey, o Setor de Investigações do Departamento de Segurança Interna (DHS) e o FBI participaram das operações.

Todos os estrangeiros presos possuíam antecedentes criminais, que variam desde tentativa de homicídio à violência doméstica, informou o ICE. Ainda segundo o órgão, entre os presos estão: Um queniano condenado de abuso sexual infantil e pôr em risco o bem-estar de um menor. Um egípcio condenado por abuso sexual infantil com agravantes e pôr em risco o bem-estar de um menor de idade. Um equatoriano procurado pela Interpol por tentativa de assassinato. Um dominicano condenado por abuso sexual infantil com agravantes e pôr em risco o bem-estar de um menor. Um guianense condenado de agressão com agravantes com uma arma. Um cubano condenado por roubo, posse de narcóticos e distribuição de drogas. Um jamaicano condenado por fazer ameaças, perseguição, posse ilegal de armas, distribuição de narcóticos e resistência à ordem de prisão.

As prisões também incluem cidadãos naturais do Brasil, Colômbia, China, República Dominicana, El Salvador, Inglaterra, Gana, Guatemala, Haiti, Honduras, Hungria, México, Peru, Filipinas e Ucrânia, segundo o ICE.

O órgão acrescentou que as prisões foram efetuadas conforme as diretrizes estabelecidas no memorando de setembro de 2014 que torna “os estrangeiros condenados por crimes considerados graves” sejam alvos prioritários. 

Fonte: Brazilian Voice

Top News