Publicado em 26/12/2016 as 1:00pm

ICE prende 74 imigrantes em dois estados

Todos foram condenados por algum tipo de crime e eram procurados pela justiça

Oficiais do Immigration and Customs Enforcement (ICE) e do Enforcement and Removal Operations (ERO) prenderam 74 pessoas durante uma operação realizada em dois estados. As ações foram concluídas em 8 de dezembro e visava imigrantes criminosos e outros que violaram leis de imigração em Michigan e Ohio.

Durante a ação que durou 11 dias, 71 dos imigrantes presos tinham condenações criminais. Os três restantes enquadram-se nas prioridades de execução da agência como recentes infratores da imigração. Os presos tinham antecedentes criminais com condenações por tráfico de drogas, DUI, posse ilegal de armas, fraude, violência doméstica, roubo e outras ofensas criminais graves.

Quatro dos que foram detidos era imigrantes criminosos que agora enfrentam acusação federal por reentrar no país após uma deportação, um crime punível com até 20 anos de prisão.

"As operações como esta destacam o compromisso contínuo do ICE em usar estrategicamente os recursos da agência para tornar as comunidades mais seguras", disse Rebecca Adducci, diretora de campo da ERO em Detroit, que cobre Michigan e Ohio. "Essas ações concentram nossos recursos nos mais atrozes criminosos e promovem a segurança pública nas comunidades em que vivemos e trabalhamos"., continuou

Os estrangeiros presos durante a operação incluem cidadãos de 18 países, incluindo México, Guatemala, Bósnia, Birmânia, Honduras, Equador, Butão, El Salvador, Jamaica, Iraque, Venezuela, Jordânia, Ucrânia, Paquistão, Líbano, Zâmbia e Alemanha. Aqueles que não estão sendo processados ??criminalmente serão processados ??administrativamente para deportação dos Estados Unidos.

Os detidos que têm ordens pendentes de deportação ou que retornaram aos Estados Unidos ilegalmente depois de serem deportados, estão sujeitos à remoção imediata do país. O restante está sob custódia do ICE aguardando uma audiência diante de um juiz de imigração, ou pendentes de viagem para a deportação no futuro próximo.

Todos aqueles apreendidos durante a operação da semana passada se encaixavam nas prioridades de imigração, conforme delineado no memorando de 2014 do Secretário de Segurança Interna (Department of Homeland Security, DHS). As metas da Prioridade 1 incluem ameaças à segurança nacional, membros de gangues criminosas, criminosos condenados e criminosos considerados perigosos. Prioridade 2 incluem indivíduos com condenações por três ou mais delitos, ou condenações por delitos significativos, incluindo DUIs.

Fonte: Da redação