Publicado em 11/01/2017 as 12:00pm

Cerimônia em Worcester (MA) naturaliza 50 imigrantes

Entre eles estão brasileiros, que farão o Juramento de Lealdade, no Worcester Art Museum

Cinquenta pessoas que vivem na região central de Massachustetts se tornarão cidadão dos Estados Unidos nesta quarta-feira, dia 11. Eles fizeram o "Juramento de Lealdade" em uma cerimônia realizada no Worcester Art Museum, na cidade de Worcester (Massachusetts).

Os 50 imigrantes, que são oriundos de 23 países, estarão em uma cerimônia presidida pelo juiz David H. Hennessy, de acordo com uma nota emitida pela direção do museu.

A cerimônia de naturalização concede cidadania dos Estados Unidos para imigrantes que cumpriram alguns requisitos estabelecidos pelo Congresso. Isso dá aos novos cidadãos os mesmos direitos, benefícios e responsabilidades que os residentes nascidos no país.

Matthias Waschek, C. Jean e Myles McDonough, diretor do Worcester Art Museum, darão as boas-vindas aos novos cidadãos. Após a cerimônia, todos assistirão a uma exposição especial do museu, "Picket Fence to Picket Line: Visões da cidadania americana", que examina a multiplicidade de questões que os cidadãos norte-americanos enfrentam, incluindo protestos e lutas, educação, a propriedade da terra e a experiência dos imigrantes.

Em 119 anos de história, esta é a primeira vez que o museu recepciona uma cerimônia de naturalização.

Os 50 novos cidadãos são originários do Brasil, Canadá, China, República Dominicana, Alemanha, Gana, Guatemala, Índia, Irã, Jamaica, Quênia, Coréia, Líbano México, Nepal, Paquistão, Filipinas, Polônia, Tailândia, Reino Unido, Uruguai e Venezuela.

Os imigrantes moram nas cidades de cidades de Acton, Auburn, Bedford, Clinton, Fitchburg, Gardner, Hudson, Leominster, Marlborough, Millbury, North Andover, Northborough, Shrewsbury, Southborough, Sudbury, Webster, Westborough, Westminster e Worcester.

Fonte: Brazilian Times