Publicado em 15/03/2017 as 2:30pm

Um dia como imigrante

Escola na Florida celebra a diversidade no "Dia Anual da Imigração"

A América é muitas vezes referidas como uma nação de imigrantes. Na Sexta-feira(10/03), em consonância com 18 anos de tradição, os alunos do 7º ano da American Heritage School experimentaram “um dia na vida de famílias de imigrantes”.

Um em cada quatro estudantes da American Heritage é imigrante e 60 países estão representados em todo o corpo estudantil. "Este evento realmente abraça a diversidade cultural tão prevalente em nossa escola do Sul da Flórida", disse o Dr. Douglas Laurie, vice-presidente.

“Esperamos que nossos alunos venham a apreciar as dificuldades envolvidas em ser um novo imigrante", explica Leslie Porges, criadora do “AHS 'Immigration Day’” e uma das professoras Junior High. "Queremos realmente pintar o quadro do que era chegar a um lugar estrangeiro sem o conhecimento da língua ou dos costumes e ter que se adaptar rapidamente para sobreviver", continuou.

“Immigrant Day” tornou-se uma tradição na 7 ª série. Primeiro os alunos aprendem sobre Ellis Island e a viagem que os imigrantes levaram para chegar a este país perto da virada do século XX. Mais tarde, eles se agrupam em famílias - cada aluno recebe o nome e identidade real de um ex-imigrante - e eles criam passaportes com datas e outras informações que precisam memorizar.

Na sexta-feira de manhã, os estudantes foram para a escola vestidos como imigrantes, por volta de 1910. Todos estavam sentados em um lugar e esperavam que o nome de sua família fosse chamado pelos agentes de passaporte (pais voluntários) que questionavam suas identidades e pediam as informações específicas que estavam em seus passaportes. Depois, eles foram carregados firmemente em navios (ônibus) que levá-los para Ellis Island para processamento (ginásio da escola).

Os alunos passam por um exame físico (dado por médicos profissionais) e um processo de entrevista extensa. Uma vez processados, todos os imigrantes são confrontados com três problemas: como falar a língua, como ganhar dinheiro e como aprender a ser americanos.

A Heritage Settlement House (salas de aula) forneceu aulas de idiomas e uma agência de emprego. Se o seu empregador está satisfeito com o seu trabalho (pequenos trabalhos nas salas de aula, tais como a organização de prateleiras, limpar as mesas, apagar o quadro), eles são pagos e têm dinheiro para comprar alimentos. O dia terminou com um banquete internacional e atividades.

“O que eu aprendi em um dia no “Immigrant Day” vou me lembrar para o resto da minha vida", disse um aluno do sétimo ano. "Realmente trouxe vida para mim como os imigrantes devem ter se sentido quando eles vieram para a América. Eu provavelmente não teria entendido tanto se isso fosse explicado na sala de aula".

Fonte: Brazilian Times