Publicado em 22/03/2017 as 3:00pm

Agentes de ICE se apresentam como policiais e revoltam autoridades em em Hartford (CT)

Agentes de ICE se apresentam como policiais e revoltam autoridades em em Hartford (CT)

Alguns líderes da cidade de Hartford (Connecticut) disseram que dois agentes do U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) posaram como policiais quando eles tentaram cumprir um mandato de prisão contra uma mulher na semana passada.

O prefeito Luke Bronin e o chefe de polícia James Rovella disseram que os agentes “não tinham indicações visíveis de que eles eram do ICE” e tentaram deter uma mulher na entrada do complexo de Segurança Pública da cidade em 12 de março. Ambos estavam armados e usavam roupas simples.

“Quando o FBI aparece, seu uniforme diz FBI, quando o DEA aparece, também está escrito DEA em suas roupas”, disse Bronin. “Nesse caso, temos agentes do ICE que se apresentam como polícia e não tem identificação visível da agência de imigração”, continuou.

Bronin e Rovella disseram que estes agentes usavam roupas da polícia e se diziam ser policiais e tentavam criar a impressão de que eles eram de fato da polícia local.

“Nossos policiais têm trabalhado duro para construir uma confiança com a comunidade, e agentes ICE se apresentando como a polícia local mina o trabalho árduo que o nosso departamento tem feito. Seguimos todas as leis estaduais e federais e nos associaremos com qualquer pessoa para ajudar a remover criminosos violentos de nossas ruas. Mas agentes federais não devem estar criando a impressão de que eles são a polícia local”, disse Bronin em um comunicado na segunda-feira (20).

A polícia disse que a mulher presa e não identificada estava no país ilegalmente e acreditam que ela foi presa recentemente por uma acusação de roubo.

Líderes da comunidade disseram que este incidente confunde a comunidade. “Eles devem representar o ICE e não a polícia, porque são duas agências diferentes”, disse a ativista comunitária, Ester Sanches-Naeck. “O ICE é um governo federal e a polícia é municipal e as leis são diferentes”, seguiu.

Rovella disse que toda a aplicação da lei, “não sendo realizada em segredo, na comunidade, deve ser prontamente identificada pelas agências que eles representam”.

Segundo ele, “agentes ICE não devem se identificar como polícia local, pois isso é enganoso e pode danificar o importante relacionamento com as comunidades locais”.

Algo semelhante aconteceu em Los Angeles, quando os funcionários da ICE se identificaram como policiais durante as investigações de imigração. As autoridades da cidade enviaram cartas para o ICE pedindo que parassem com essa prática.

“Isso engana e cria a impressão de que a polícia local não é confiável e prejudica os esforços para manter nossa comunidade segura”, disse Bronin.

Fonte: Brazilian Times