Publicado em 21/06/2017 as 12:00pm

ICE prende dois imigrantes após condado de New Jersey recusar pedido de custódia

As autoridades federais divulgaram no início desta semana que agentes do Immigration and Customs Enforcement (ICE) e do Enforcement Removal Operations (ERO) prenderam dois imigrantes.

ICE prende dois imigrantes após condado de New Jersey recusar pedido de custódia John Tsoukaris, diretor do escritório de campo do ERO em Newark.

As autoridades federais divulgaram no início desta semana que agentes do Immigration and Customs Enforcement (ICE) e do Enforcement Removal Operations (ERO) prenderam dois imigrantes, em situações diferentes, depois que eles foram liberados pelas autoridades do Condado de Middesex, em New Jersey. A agência de imigração tinha solicitado a custódia quando eles ainda estavam presos, mas foi negada.

No dia 18 de maio, o ICE emitiu um pedido de custódia de Aurelio Hernandez Cortez, um cidadão do México. Ele estava detido na Instituição de Correção para Adultos no Condado de Middlesex. Mas, no mesmo dia em que recebeu o pedido, a instituição liberou o imigrante sem qualquer comunicado ao departamento de imigração.

No dia 22 de maio, aconteceu uma história semelhante e o ICE emitiu um pedido de custódia de Maulik Gajjar, da Índia. Novamente, no mesmo dia em que o documento chegou à instituição, o imigrante foi colocado em liberdade.

Ambos enfrentam acusações criminais e aguardavam o julgamento em liberdade. Mas no dia 7 de Junho, agentes do ERO detiveram Gajjar do lado de fora de sua residência, na cidade de Iselin. No dia seguinte, os oficiais prenderam Cortez, que estava saindo de sua residência em Perth Amboy.

Os dois estão ilegalmente nos Estados Unidos. “Como nação, devemos proteger a integridade do nosso sistema de imigração e a remoção de imigrantes em situação ilegal, especialmente aqueles com histórico criminal. Esta é uma das principais prioridades do ICE", disse John Tsoukaris, diretor do escritório de campo do ERO em Newark. "O ICE compartilha o objetivo final do condado de proteger a segurança pública e a segurança nacional. Como tal, as prisões do condado que não trabalham em parceria com o ICE, colocam suas comunidades em risco", finalizou.

Fonte: Redação - Brazilian Times